Expoingá movimenta economia com novidades do agro e espera 500 mil pessoas

Redação e Metro Jornal Maringá

Em sua 42ª edição, feira espera 500 mil pessoas até o dia 19; novidades do agro dividem espaço com gastronomia e entretenimento

Com portões abertos ao público e entrada gratuita, a 47ª edição da Expoingá (Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá) começa hoje e segue até dia 19 de maio no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro. A entrada também é gratuita no segunda-feira (13). Os demais dias custam R$ 12 e R$ 6.

Realizada pela Sociedade Rural de Maringá e consolidada como uma das cinco feiras agropecuárias mais importantes do Brasil, a Expoingá, que terá solenidade de abertura oficial só amanhã, também reúne ao longo de seus 11 dias gastronomia, cultura e entretenimento.

“É uma grande vitrine do agronegócio paranaense, mas é também um evento popular, que atrai pessoas de várias cidades para conhecer as novidades no mundo do agro, se divertir nos brinquedos do parque de diversões e assistir aos shows artísticos”, diz a presidente da SRM, Maria Iraclézia de Araújo.

Fora os oito dias de shows com os artistas mais populares do Brasil e a Barraca Universitária, com mas de 80 atrações, haverá três noites de rodeio (dias 17, 18 e 19) e outras opções de lazer. Destaque para a exposição de réplicas de dinossauros e o bar suspenso, novidades este ano (veja ao lado).

Com atrações para todos os públicos, a expectativa é que a feira atraia mais de meio milhão de pessoas. “É a presença do público que faz o evento completo”, completa Maria Iraclézia

Bares e hotéis comemoram

Não é só dentro do parque de exposições que o movimento deve ser intenso a partir de hoje. A economia maringaense fica mais aquecida em vários segmentos como hotéis, bares e restaurantes.

Para a presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Déborah Kemmer, os bares relatam que sentem a movimentação. “É um evento muito grande na cidade, e isso com certeza impacta no movimento dos bares e restaurantes”. Segundo ela, o impacto varia de acordo com o público de cada estabelecimento. “É mais movimentado principalmente onde o público é mais jovem.”

Segundo o gerente-geral do Hotel Sleep Inn Maringá, filiado ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Renato Isac, a Expoingá aumenta a expectativa de ocupação nos hotéis. “Esperamos superar diariamente os 90% [de ocupação] em dias de semana e 60% aos finais de semana. Esperamos ótimos resultados neste mês de maio com um incremento de 30% em nossa receita estimada”, afirma.

Segundo o gerente do Hotel Golden Ingá, Cláudio Crepaldi, hotéis que ficam localizados mais próximos ao parque podem se beneficiar um pouco mais. “Aqui ficarão hospedadas duas bandas que se apresentarão na Expoingá”.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="619247" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]