MP-PR recomenda que IAP impeça exportação de gado vivo no Paraná

Mariana Ohde

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) fez uma recomendação administrativa ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para que o órgão impeça a exportação de gado vivo no Porto de Antonina, litoral do estado.

Segundo o MP-PR, o porto, operado pela Terminais Portuários da Ponta do Félix SA, não tem estrutura e condições adequadas para o transporte dos animais vivos. Também não possui as licenças ambientais, urbanísticas e sanitárias.

A 2ª Promotoria de Justiça de Antonina e o Núcleo de Paranaguá do Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo (Gema) pedem a anulação do protocolo nº 015.877.341-4, que autoriza a exportação

Foi estabelecido prazo de 24 horas para o envio de informações sobre o cumprimento da recomendação e documentos que as comprovem.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal