Biogás: inspiração na agropecuária para dar novos passos

FAEP


A construção de biodigestores que dão uma destinação correta aos dejetos de animais e resíduos vegetais e ao mesmo tempo resultam em energia em propriedades rurais no Paraná já é uma realidade. São inúmeros os exemplos espalhados pelo Estado que inspiram produtores a investir nessa solução. Essa nova realidade inspira pesquisadores da CIBiogás, associação sem fins lucrativos que funciona dentro do Parque Tecnológico da Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu (região Oeste). A instituição, que tem parceria com a FAEP, desenvolveu uma unidade experimental de geração de biometano a partir de resíduos de poda de grama, restos de comida e esgoto.

O protótipo já está em funcionamento e, de acordo com as expectativas iniciais, tem potencial para ser usado em grandes cidades. A ideia surgiu a partir da necessidade de encontrar destinação a 1,2 mil quilos de resíduos de grama, recolhidos diariamente nos 400 hectares de área verde mantidos pela Itaipu Binacional. Além disso, os restaurantes da usina produzem 600 quilos de restos de comida por dia. Esses dois ingredientes, misturados com mais 10 mil litros de esgoto, formam a biomassa, que é usada na produção de gás. Em um biodigestor, essa solução produz 9 mil metros cúbicos de biometano por mês, suficiente para abastecer 120 carros e proporcionar uma economia de R$ 40 mil mensais em combustíveis.

Leia a matéria completa.

Previous ArticleNext Article