Consorzio Italiano Biogás: referência no uso de bioenergia para o Brasil

FAEP


Formalizado em 2009, o Consorzio Italiano Biogás (CIB) representa todos os elos das cadeias de biogás e biometano no setor agropecuário no país europeu. A associação, formada por mais de 700 associados, entre fazendas, produtores, empresas e instituições de pesquisa, já obteve conquistas significativas para o setor de energias renováveis, a ponto de colocar a Itália na quarta posição no ranking mundial de uso de biogás, atrás de China, Alemanha e Estados Unidos, e na segunda colocação na quantidade de plantas em áreas agrícolas – 1,3 mil.

Durante a Viagem Técnica organizada pelo Sistema FAEP/SENAR, que passou por três países – além da Itália, Alemanha e Áustria –, os presidentes de sindicatos rurais, produtores e técnicos tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho do CIB. O diretor de relações internacionais da associação, Riccardo Gefter Wondrich, realizou, em Roma, uma palestra sobre o avanço da bioenergia na Itália. “Vários produtores italianos têm modificado as suas práticas agrícolas após a instalação da usina biogás, e os resultados ambientais e econômicos são muito animadores.”

Segundo Wondrich, a Itália já investiu 4,5 bilhões de euros nos últimos seis anos em biogás, gerando 12 mil empregos. Porém, no campo, o desenvolvimento ainda exige muito trabalho. O CIB tem como uma das metas atingir a produção de 8 bilhões de metros cúbicos de biometano até 2030.

Leia a entrevista com o diretor de relações internacionais do CIB e os projetos que podem ser implantados no Brasil.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="481208" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]