Duplicação da BR-376 representa novo corredor de transporte

FAEP


Antiga reivindicação da população do Noroeste do Paraná, a duplicação do trecho da BR-376 entre Paranavaí (PR) e Taquarussu (MS) foi debatida durante uma audiência com o governador Beto Richa, no dia 14 de agosto, que trouxe à capital paranaense prefeitos e lideranças da região. Segundo o presidente do Sindicato Rural de Paranavaí e vice-presidente da FAEP, Ivo Pierin Júnior, que na ocasião representou a Federação, desde 2012 a comunidade vem pedindo a duplicação da via. O objetivo é criar um novo corredor de transporte, para tornar mais ágil o escoamento da safra de grãos dos dois estados.

A obra encurtaria em até 150 quilômetros o caminho até o Porto de Paranaguá, que hoje é feito via Maringá. O projeto tem como base um estudo da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), que prevê a duplicação de 95 km da BR-376, a recuperação de 30 km de pista simples e a construção de uma ponte sobre o Rio Paraná, no município de Porto de São José. O investimento total, contando a obra e o projeto executivo, seria da ordem de R$ 850 milhões. Segundo o governador Beto Richa, a obra “tem interesse estratégico para o Paraná”.

Leia a matéria completa.

Previous ArticleNext Article