Europeus estão de olho na demanda de bioenergia no Paraná

FAEP


A BTS Bioengineering, que opera 180 plantas de biogás na Itália, estuda a instalação de um escritório no Brasil, mais precisamente no Paraná. Adquirida recentemente por um grupo de investidores norte-americanos, a empresa se prepara para expandir os negócios para o continente americano.

Na última semana, produtores rurais, técnicos, lideranças sindicais e representantes governamentais que formam o 4º. grupo organizado pelo Sistema FAEP/SENAR-PR estiveram na empresa.

A delegação de produtores, técnicos e representantesgovernamentais paranaense esteve na usina de biogás da BTS em San Lorenzo di Sebato, região de Trentino-Alto Ádige, próximo à fronteira da Itália com a Áustria. A planta tem potência instalada de 1 Megawatt (MW) de eletricidade e 1,1 MW de energia térmica. Por dia, a usina produz 24 MW por hora de energia elétrica (8,5 gigawatts/h por ano) e 26 MW/h por dia de térmica (9,5 GW/h por ano).

Os dois biodigestores trabalham em paralelo e consomem diariamente 120 metros cúbicos de esterco líquido, 40 metros cúbicos de esterco sólido e 9 toneladas de resíduos vegetais, como batatas e frutas. O material fica 60 dias nos digestores para uma fermentação.

Leia a matéria completa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="6336" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]