Área do Porto de Paranaguá é leiloada por R$ 1 milhão na Bovespa

Francielly Azevedo


O terminal do Porto de Paranaguá, destinado à movimentação de carga geral, em especial celulose, foi leiloado, nets terça-feira (13), em um pregão na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). A empresa Klabin S/A, maior produtora e exportadora de papéis do país, arrematou o espaço por R$ 1 milhão.

A empresa fica obrigada de fazer um investimento no Porto no valor de R$ 87 milhões, além de pagamentos mensais pela ocupação.

O leilão foi promovido pelo Ministério da Infraestrutura por meio do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal. O prazo de arrendamento é de 25 anos.

O terminal tem 27.530 metros quadrados com conexões viárias e ferroviárias e, após os investimentos, poderá atingir a capacidade de movimentar 1,2 milhão de toneladas por ano. A estimativa é que a nova área do armazém totalize 15 mil metros quadrados dedicados à armazenagem e 6,6 mil metros quadrados para alocação dos ramais ferroviários, totalizando aproximadamente 21,6 mil metros quadrados.

O armazém do Porto deverá ser projetado para acomodar novos ramais ferroviários para descarga e permitir a transferência de fardos para caminhões, que vão levar a carga até o berço para o carregamento dos navios. Essas operações vão com equipamentos como guindastes e empilhadeiras. A ideia é que essa armazenagem seja feita através da construção de uma ponte rolante para facilitar o transbordo da carga.

A ideia é atender a produção de papel dos estados do Paraná e Santa Catarina, exportados principalmente para a China, e a cadeia logística da produção de celulose da fábrica da Klabin, em Ortigueira, nos Campos Gerais, considerada uma das maiores do mundo.

Concluída esta etapa da licitação e aquisição da área, a sequência é a obtenção das licenças e a construção do novo armazém, pela empresa ganhadora. A previsão é que o início das operações ocorra até 2022.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.