Agronegócio
Compartilhar

Maior incubatório de ovos do país é inaugurado no Paraná

Os novos empreendimentos devem movimentar a economia de toda a região Noroeste, com a geração de mais de 1.500 postos de trabalho.

Redação - 28 de julho de 2022, 11:54

Foto: Divulgação/ReAll Image Studio - Brasil
Foto: Divulgação/ReAll Image Studio - Brasil

A maior incubadora de ovos do país foi inaugurada nesta quarta-feira (27) em Iporã, no Noroeste do Paraná. O projeto é da empresa Levo Alimentos, que também instalou um frigorífico de frangos na cidade. Os novos empreendimentos devem movimentar a economia de toda a região, com a geração de mais de 1.500 postos de trabalho.  

No incubatório, que é considerado o maior do país, foram investidos em torno de R$ 76 milhões. A área tem 10 mil metros quadrados. Para este ano, a meta é atingir a incubação de 10,5 milhões de ovos por mês. Mais de 20 granjas irão produzir ovos férteis, para atender a demanda do local. Os pintinhos serão enviados para as granjas da Levo, C.Vale e Pluma Agroavícola de todo o Paraná. 

O frigorífico, por sua vez, tem 21 mil metros quadrados e teve investimentos de cerca de R$ 180 milhões, em uma estrutura moderna, com equipamentos de alta tecnologia. Inicialmente, o abate será de 40 a 60 mil frangos/dia, com expectativa de atingir 90 mil aves/dia até outubro deste ano.

A unidade industrial tem capacidade para abater 200 mil aves/dia e esse número deve ser atingido em 2023. Cerca de 230 aviários irão fornecer as aves ao frigorífico. A produção atenderá os mercados interno e externo.

“Com orgulho e satisfação, comemoramos a inauguração de um empreendimento de estrutura forte, competitivo e que, sem sombra de dúvidas, trará benefícios para Iporã e região, com a criação de novos postos de trabalho, geração de recursos por meio de tributos e desenvolvimento para o Noroeste do Paraná”, explica o presidente da Levo Alimentos e do Grupo Pluma, Lauri Paludo.

Entre salários de funcionários e pagamento a produtores, a empresa deve injetar R$ 123 milhões por ano em Iporã e municípios vizinhos, nesta primeira etapa. Serão mais de R$ 10,3 milhões por mês circulando na economia regional.

“A avicultura vai representar o início de uma nova era para essa região. Estamos trazendo um bom problema para o Noroeste do Paraná: mais empregos do que pessoas disponíveis para trabalhar”, enfatizou o vice-presidente da Levo e presidente da C.Vale, Alfredo Lang.  

Diversas autoridades estiveram presentes no evento, entre elas, o secretário de Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara, que destacou os impactos sociais e econômicos dos empreendimentos. “Receber um investimento desta dimensão, por uma cooperativa e por uma empresa privada, vai agregar valor e colaborar muito para a geração de renda e empregos para as pessoas viverem bem. É um impulso fantástico para a geração de riquezas,” destacou Ortigara.

Representantes da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) também estiveram presentes. O presidente Ricardo Santin fez questão de comparecer à inauguração e contextualizou a importância da avicultura nacional. “Eu ando pelo mundo afora e vejo o respeito que os outros países têm pela avicultura brasileira. E a Levo Alimentos faz parte disso. O Brasil está se mostrando um grande parceiro do mundo na busca pela segurança alimentar”, afirmou Santin.