Milho quebra recorde de preço em meio a plantio lento da primeira safra no Paraná

Redação

Milho quebra recorde de preço em meio a plantio lento da primeira safra no Paraná

O preço do milho colhido na segunda safra do Paraná deve terminar a semana cotado em R$ 51,00 pela saca de 60 quilos, valor recorde para o agronegócio estadual.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (2) no Boletim de Conjuntura Agropecuária, produzido pelo Deral (Departamento de Economia Rural) da Seab (Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná).

Mas o plantio da primeira safra do ciclo 2020/2021 no Paraná segue lento devido a estiagem em todo estado. Com isso, os produtores de soja e milho devem aumentar o cultivo no decorrer do mês de outubro.

Por exemplo, a soja deve ser cultivada em 5,54 milhões de hectares neste ciclo, mas apenas 154 mil hectares foram plantados até o momento no Paraná.

Os produtores aguardam maior regularidade nas chuvas não apenas pelo cultivo da soja, mas também pela diminuição da janela para o cultivo da safrinha do milho.

Já a safra 2019/2020 chegou a 99% de colheita, com uma previsão entre 11,6 milhões e 11,8 milhões, reforçando o Paraná como segundo maior produtor de grãos do Brasil, responsável por 15% da safra nacional.

Confira aqui o levantamento das outras culturas no Boletim de Conjuntura Agropecuária

LEIA MAIS: Previsão do tempo aponta chegada de frente fria em Curitiba e no litoral do Paraná

Previous ArticleNext Article