Ministério da Agricultura divulga norma para produção de peixe salgado

Francielly Azevedo e Assessoria


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou nesta quarta-feira (23) as normas para produção de peixe salgado. A normativa foi publicada no Diário Oficial da União e estabelece as características de qualidade que deve apresentar o peixe salgado e o peixe salgado seco, conforme Regulamento Técnico.

Segundo a auditora fiscal federal agropecuária, Fernanda Michalski, do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA), “a IN vai facilitar a comercialização desses dois tipos de peixes, principalmente, o bacalhau importado da Noruega”.

O novo regramento auxiliará o Serviço de Inspeção no combate à fraude econômica, na padronização dos critérios de julgamento das características de identidade, qualidade e inocuidade do produto e agilizará o registro dos produtos importados. Acelerar essa tramitação representava em torno de 15% das solicitações ao DIPOA. O tempo era de 30 dias em média. Agora, o procedimento será simplificado e automático.

Os estabelecimentos nacionais que produzem este tipo de pescado também terão seus processos de registro agilizados. Aqueles que já possuem produtos registrados têm o prazo de 180 dias para atualização do registro. A IN passou a vigorar a partir da sua publicação no último dia 18.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="588613" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]