Pesquisadores encontram em curso do Prosolo oportunidade para atualização e troca de experiências

FAEP


Quando foi lançado pelo governo do Estado com apoio do Sistema FAEP/SENAR-PR em 2016, o Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (Prosolo) foi estruturado sobre cinco eixos: Difusão do Programa, Capacitação de Técnicos e Produtores Rurais, Operacionalização, Revisão da Legislação, e Pesquisa e Formação Aplicada. Este último, estratégico na medida em que aproxima a pesquisa científica desenvolvida nas universidades e centros de pesquisa da realidade do campo, possibilitando a elaboração de soluções para os problemas reais do meio rural.

Desta forma, é natural que o curso disponibilizado no âmbito do Prosolo, destinado a técnicos e engenheiros agrícolas, também seja procurado por pesquisadores. A capacitação intitulada “Manejo de Solo e Água em Propriedades Rurais e Microbacias Hidrográficas” tem como finalidade preparar um time de profissionais capazes de elaborar projetos de conservação e recuperação de solo e água nas propriedades rurais. Mas aos poucos também se torna objeto de interesse de pesquisadores da área que encontram na capacitação a oportunidade para atualização e troca de experiências.

“[O curso] contextualiza e traz diferentes pontos de vista. Como pesquisador, um dos módulos que eu gostei bastante trata dos sistemas de informação geográfica, que traz o uso de ferramentas avançadas da tecnologia da informação”, explica o pesquisador Cezar Francisco Araújo, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), que concluiu o curso no ano passado.

Leia a matéria completa no Boletim Informativo.

Previous ArticleNext Article