Xico Graziano: os 10 desafios a serem vencidos pelo agronegócio

FAEP

Em palestra no ciclo de eventos CBN Agro 2019, que conta com apoio da FAEP, o engenheiro agrônomo e professor Xico Graziano elencou 10 desafios que considera prioritários para o agronegócio. Na apresentação de abertura do ciclo, em Guarapuava, Graziano esmiuçou cada um desses pontos, de forma abrangente e provocadora. O especialista em sustentabilidade e economia agrária incentivou, também, agropecuaristas a “pensarem fora da caixa” e a se prepararem para as próximas décadas, sem depender do apoio do governo. Esta é a terceira edição do evento.

Um dos principais pontos defendidos por Graziano é a necessidade de evolução constante – de olho na revolução tecnológica. Tudo isso, de olho na organização do setor – por meio de entidades, como cooperativas, associações e sindicatos – e com um processo de renovação constante. Neste sentido, o palestrante destacou a iniciativa da FAEP de promover um evento voltado a fomentar o surgimento de novos líderes e a aumentar a adesão da categoria: o 1º Encontro Regional de Líderes Rurais (leia mais na página 10).

A FAEP, por exemplo, está com um desafio enorme e está fazendo o que tem que fazer: investindo na formação de lideranças. Eu gosto muito disso”, afirmou.

Outro aspecto apontado como determinante por Graziano é a abertura da economia. É imprescindível que o Brasil esteja preparado para abrir suas fronteiras comerciais e a competir no mercado mundial. Em uma perspectiva liberal, ele acredita na força da regulação do mercado. Paralelamente, apontou que é necessário que o país mantenha o mercado interno em constante expansão.


“Por que a China e a Coreia estão dominando a economia global? Porque abriram sua economia. Só o Sudão tem uma economia mais fechada que o Brasil”, disse. “Se isso [a abertura comercial] acontecer, será bom para o Brasil, pois vai ganhar dinheiro”, avaliou.

Ao mesmo tempo, o especialista mencionou outros desafios urgentes, como a valorização da meritocracia e adoção de mecanismos de compliance – técnicas e recursos adotados pelas agroempresas para comprovar transparência. Outro aspecto elencado como prioritário por Graziano é a sustentabilidade, com a adoção cada vez maior de fontes de energias renováveis e a redução de matrizes que contemplem larga emissão de carbono.

Calendário

O ciclo de eventos CBN Agro começou na segunda semana de abril, quando passou por Guarapuava, Ponta Grossa e Londrina. As apresentações ainda irão ocorrer em Cascavel (22), Toledo (23), Umuarama (24), Maringá (25) e Campo Mourão (26).

Leia mais notícias sobre o agronegócio no site do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook