Publicação define que ovos do Brasil podem ser exportados para Argentina e Chile

Redação

ovos brasileiros podem ser exportados para Argentina e Chile

Os ovos in natura produzidos no Brasil podem ser exportados para a Argentina e para o Chile. A autorização ocorre após uma publicação de Certificados Sanitários Internacionais (CSI’s) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento brasileiro na última quinta-feira (8).

Para exportar à Argentina, todos as unidades federativas brasileiras estão autorizadas a realizar negociações para a venda de ovos produzidos no Brasil. Já no caso do Chile, a decisão é válida para os estados da região Sul, além de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

No primeiro bimestre de 2021, as exportações brasileiras tiveram alta de 150%, segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Com a possibilidade de negócios com Argentina e Chile, países próximos ao Brasil, o setor pode registrar bons números nos próximos meses.

“O Brasil se consolidou como grande produtor e agora busca novas fronteiras para as vendas de ovos produzidos no país. Com estes dois mercados recentemente viabilizados, há boas expectativas de expansão dos negócios”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Atualmente, os Emirados Árabes Unidos é o país que mais importa ovos in natura produzidos em territórios brasileiros.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="757238" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]