Paraná deve ter safra de grãos com 24,1 milhões de toneladas

Redação


O agronegócio paranaense está se aproximando do recorde na safra de grãos. Segundo relatório do Deral (Departamento de Economia Rural), a produção no estado deve chegar a 24,1 milhões de toneladas no ciclo 2019/2020, número 22% superior ao registrado no ano passado.

Somente a produção de soja deve alcançar 20,4 milhões de toneladas, 700 mil toneladas a mais do que no último levantamento. Esse crescimento equivale a uma produtividade de duas sacas a mais por hectare. Já a safra de milho verão deve ficar na casa dos 3,3 milhões de toneladas

Para o secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, caso a safra de inverno não registre problemas e ultrapasse os dois milhões de toneladas esperadas, a tendência é a produção total de grãos no Paraná ultrapasse as 40 milhões de toneladas totais, valor próximo ao recorde histórico do estado.

“Elevamos em mais de 50 mil toneladas do que tínhamos divulgado na estimativa de janeiro deste ano, de tal forma que a safra de verão-outono também cresce no Paraná. Assim, contando com a safra de inverno, a expectativa de safra pode ficar acima de 37 milhões de toneladas”, explica o chefe do Deral, Salatiel Turra.

SOJA PERTO DO RECORDE HISTÓRICO

Motivado pelos bons preços, os agricultores estão passando pelo atraso no início do plantio e conseguindo uma produtividade acima da média estimada. Os 20,4 milhões de toneladas esperadas registrarão recorde na produção estadual, ultrapassando o ciclo 2016/2016, quando foram colhidos 19,9 milhões de toneladas

Cerca de 30% da produção estimada já está comercializada, com preços que pagam R$ 77,00 pela saca de 60 kg, R$ 8,00 a mais do que no ano passado. Até o momento, já foram colhidas 22% da área de soja no Paraná, número abaixo dos anos anteriores após o início atrasado no plantio.

Previous ArticleNext Article