Abate de suínos bate recorde no segundo trimestre

Mariana Ohde


No segundo trimestre, o abate de suínos cresceu 1,3%, na comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando 10,62 milhões de cabeças abatidas. Esse é o melhor desempenho para o tipo de carne em um segundo trimestre desde o início da série histórica, em 1997.

Os dados foram divulgados, nesta quinta-feira (14), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esse resultado ocorreu devido ao crescimento nos abates em 11 das 25 unidades da Federação que participaram da pesquisa. Entre os estados com participação acima de 1%, registraram aumento Santa Catarina (+95,55 mil cabeças), Paraná (+83,42 mil cabeças), Mato Grosso do Sul (+19,47 mil cabeças), Mato Grosso (+16,92 mil cabeças) e Minas Gerais (+1,09 mil cabeças).

Na avaliação do IBGE, o crescimento na produção suína é explicado pelo aumento nas exportações e pelo maior consumo desse tipo de carne, que normalmente apresenta custo menor em relação à carne bovina.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="481641" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]