Custos de produção de suínos e de frangos de corte têm nova queda em maio

Mariana Ohde


Por Embrapa

Os custos de produção de frangos de corte e de suínos divulgados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa, registraram em maio mais um mês de queda, o 11º consecutivo (desde julho de 2016) para suínos e o sétimo (desde novembro do ano passado) para os frangos de corte.

Em maio, o ICPSuíno/Embrapa oscilou -0,63% em relação a abril, fechando em 185,37 pontos. Principal item na composição do ICPSuíno (73,50%), a nutrição dos animais aumentou 0,49% em maio, mas seu efeito foi anulado principalmente pelas variações nos fretes para o transporte de insumos para as rações (-0,53%) e no custo de capital do rebanho em estoque (-0,46%). “Torna-se oportuno notificar que, embora o preço do milho no mercado atacadista catarinense decaiu 39,54% nos últimos 12 meses, acompanhado por um decréscimo de 22,9% no farelo de soja, ambos os insumos utilizados nas rações, oscilaram durante o mês de maio apenas -1,54% (milho) e 5,24% (farelo de soja) em relação ao mês de abril”, diz o analista Ari Jarbas Sandi, da área de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves.

O custo de produção do quilo de suíno vivo em ciclo completo em Santa Catarina, maior produtor nacional e usado como referência no índice, registrou o valor de R$ 3,24.

Já o ICPFrango/Embrapa fechou maio com 178,46 pontos, baixa de 1,90% em relação a abril. O custo de produção no Paraná, maior produtor nacional e usado como referência, foi de R$ 2,31 por quilo de frango vivo.

No ano, o ICPFrango acumula baixa de 15,86%, enquanto nos últimos 12 meses a variação é de -26,98%. Os gastos com a alimentação dos animais, que representaram 66,61% do custo total da produção, caíram 0,30% no quinto mês de 2017. “Importa destacar que o preço do milho no mês de análise oscilou apenas -0,23% em relação ao período anterior e o farelo de soja ficou mais caro em 0,20%. Diante disso, há uma clara tendência de estabilização nos custos de produção de frangos de corte para o próximo mês”, diz o analista da Embrapa.

ICP/Embrapa 

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. O ICPFrango/Embrapa refere-se aos custos de produção no Paraná para aviário tipo climatizado em pressão positiva, modelo referencial de produção. Já o ICPSuíno/Embrapa é obtido a partir de resultados de custos da produção de suínos em sistema ciclo completo em Santa Catarina.

Aplicativo Custo Fácil 

Disponível para download gratuito, o Custo Fácil auxilia o produtor integrado e a assistência técnica a organizar as informações necessárias para estimar o custo de produção e obter relatórios úteis para a gestão da granja. O aplicativo é indicado para integrados com contratos de parceria e de comodato para os sistemas de produção de suínos em creche e terminação, produção de leitões e frango de corte. O aplicativo pode ser baixado em telefone celular ou tablet com sistema Android clicando no ícone da Play Store e fazendo a busca por “Custo Fácil” ou “Embrapa”.

Planilha de cálculo  

A Embrapa Suínos e Aves disponibiliza gratuitamente no site da CIAS uma planilha eletrônica que ajuda produtores integrados de suínos e de frango de corte na gestão da granja. A planilha permite ao produtor integrado e à assistência técnica inserir os coeficientes técnicos bem como o valor dos investimentos em instalações e equipamentos e despesas operacionais, gerando resultados de custos de modo fácil e uma estimativa da Taxa Interna de Retorno (TIR) do investimento realizado.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="481322" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]