Exportação de carne pode fechar o ano com aumento de mais de 10%

Jordana Martinez

carne bovina - eua - tereza cristina

Redação com Abrafrigo 

A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) prevê que, se mantido o atual ritmo das exportações de carne bovina in natura e processada, o Brasil deve fechar o ano com um aumento de mais de 10% nos embarques ao exterior.

Em novembro, as vendas atingiram a 141.950 toneladas contra 95.648 toneladas no mesmo mês de 2016, crescimento de 48%, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O aumento foi de 45% em receita, passando de US$ 409,5 milhões para US$ 593 milhões em 2017.

Acumulado do ano

Desde o início do ano as vendas externas do produto somam 1,351 milhão de toneladas,  9% a mais do que no mesmo período do ano passado, com receita de US$ 5,521 bilhões, que equivale a 13% de aumento.

O mercado chinês responde por 37,8% do total exportado pelo Brasil.

“Entre os 20 maiores compradores do produto brasileiro, além da China, se destacaram a Arábia Saudita e o Irã, elevando suas aquisições em 53,9% e 42,4% respectivamente”, informa a Abrafrigo.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.