Placa fotovoltaica reduz custo de energia na produção de aves

Redação


Combater a doença salmonelose, a energia fotovoltaica e a organização dos avicultores. Esses foram os objetivos do Seminário sobre Avicultura de Corte, realizado, ontem à tarde, na programação da Via Rural Fazendinha, durante a 59ª Esposição Agropecuária e Industrial de Londrina.

Segundo o coordenador do evento, Shiguedy Katto, as discussões foram divididas em três momentos. Iinicialmente foi aborda a salmonelose, que é causada pela bactéria Salmonella, comumente causada pela ingestão de alimentos ou água contaminados. “A salmonelose é uma doença que preocupa muito, tanto no âmbito local quanto internacional. É preciso discutir como podemos solucionar esse problema.”

Na sequência, foi discutido o uso de placas fotovoltaicas como fonte de energia renovável que possa baratear o custo do aviário com a eletricidade. Placas fotovoltaicas são dispositivos utilizados para converter a energia da luz do sol em energia elétrica.

 “O avicultor gasta muito com energia elétrica, isso encarece o produto. Com o uso das placas nos aviários, ele pode reduzir muito o uso da energia elétrica e, assim, investir em outros setores”, disse Katto.

Para finalizar, o seminário tratou da organização dos avicultores do Norte do Paraná, enquanto segmento produtor, com o objetivo de fortalecer e desenvolver ainda mais o setor.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="610589" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]