Porto de Paranaguá está preparado para escoamento da safra, diz diretor da Appa

Kelly Frizo - BandNews FM Curitiba


Os Portos do Paraná se preparam para um ritmo mais intenso no escoamento dos grãos destinados para exportação, com a chegada da safra 2018/ 2019, que vem do interior do Estado e do Sudeste e Centro-Oeste do país.

Segundo o diretor operacional da Appa, Luiz Teixeira, o Porto está preparado para receber uma quantidade de carga e a maior preocupação é finalizar a construção do viaduto na BR-277. “Nós estamos preparados para o escoamento atual, que é razoável, e estamos em processo de suportar um aumento de até 30% que atende plenamente a safra desse ano”, explica.

No total, foram carregadas mais de 2 milhões e 700 mil toneladas de soja, milho e farelo de soja. O diretor Luiz Teixeira, afirmou que Paranaguá não tem filas de espera de navios e os que chegam são liberados para atracar.

“Temos sistemas já consolidados que fazem toda a diferença no trânsito do caminhão, desde a origem até o pátio da triagem e posteriormente aos terminais, tentando evitar ao máximo o transtorno para o caminhoneiro que vem para Paranaguá. Todos esses problemas foram solucionados devido a experiência que temos de problemas antigos. A equipe que trabalha no corredor de exportação está plenamente capacitada”, diz Teixeira.

O sistema de embarque de grãos no Corredor de Exportação é único no Brasil. A carga pode ser embarcada simultaneamente nos três berços de atracação exclusivos para granéis, além de ser possível que um mesmo navio receba mercadoria de diferentes produtores.

Atualmente 21 empresas movimentam grãos pelo Porto de Paranaguá. Juntos, para os próximos três meses, esses terminais esperam receber um volume de mais de 7 milhões e 500 mil toneladas de grãos, para descarga, principalmente soja.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="598439" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]