Safra de Verão 2020/21 deve alcançar mais de 24 milhões de toneladas, diz Deral

Redação

safra, safra de verão, safra 2020/21, safra de verão 2020/21, soja, milho, trigo, feijão, grãos, deral, departamento de economia rural, agricultura, primavera

A Safra de Verão 2020/21 deve alcançar um volume de 24,3 milhões de toneladas de grãos, de acordo com a primeira avaliação do Deral (Departamento de Economia Rural), vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento.

Os grãos estão distribuídos em uma área de 6 milhões de hectares. O espaço é 65 mil hectares maior do que a área plantada na safra anterior. O crescimento se deve, basicamente, devido ao aumento do plantio de soja.

De acordo com o Deral, 98% da Safra de Verão 2020/21 corresponde à produção de soja e milho. O desempenho da soja dificilmente será superado, já que a saca está sendo negociada a mais de R$ 100, o que atrai muitos produtores.

Em relação à Safra de Grãos 2019/20, que está na reta final, a expectativa é de que ela seja 14% do que a safra anterior. A alta produtividade da soja, do milho, do feijão e do trigo impulsionaram os resultados deste ciclo.

De acordo com o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, o cenário agrícola no Paraná é bom tanto para a atual safra, que está sendo finalizada, como para a próxima que começa a ser plantada.

“Os produtores estão colhendo em um ambiente econômico razoável para os preços, estimulando-os a vender antecipadamente, como no caso da soja e milho. Esses grãos estão com preço em patamar elevado que cobre qualquer custo de produção”, disse.

Para a nova Safra 2020/21, Ortigara enfatizou o pequeno aumento de área plantada. O cultivo grãos deverá avançar em áreas de pastagens no arenito, e deve haver uma pequena redução no plantio de feijão.

*Com informações da AEN

Previous ArticleNext Article