Agronegócio
Compartilhar

Simpósio online e gratuito discute integração de lavoura, pecuária e floresta

Um simpósio, nos dias 15 e 16, vai discutir a prestação de serviços ambientais pelos sistemas de integração entre lavour..

Redação - 06 de setembro de 2021, 11:18

Foto: Gisele Rosso
Foto: Gisele Rosso

Um simpósio, nos dias 15 e 16, vai discutir a prestação de serviços ambientais pelos sistemas de integração entre lavoura, pecuária e floresta. As vantagens dos sistemas integrados já são bem conhecidas, como bem-estar animal, por conta da sombra das árvores, diversificação das fontes de renda para o produtor rural, maior produtividade. O que muitas pessoas desconhecem são os serviços ambientais promovidos pela presença de árvores. As informações são do site oficial da Embrapa.

A integração com o componente arbóreo reverte-se em melhorias para o solo e para a conservação da água, devido ao aumento de matéria orgânica, da atividade biológica e da ciclagem de nutrientes. De acordo com o pesquisador Alberto Bernardi, da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos, SP), isso influencia na qualidade do solo, com melhoria na fertilidade e maior infiltração e retenção de água no solo.

Esses sistemas mais conservacionistas, como a integração lavoura-pecuária e lavoura-pecuária-floresta (ILPF), ainda proporcionam maior diversidade de organismos. Essa fauna mais diversa auxilia no controle de pragas e de doenças.

 

Evento virtual sobre a integração dos sistemas tem inscrições abertas

Nos dias 15 e 16 de setembro, o VII Simpósio de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) do estado de São Paulo vai trazer especialistas para discutir um pouco dos serviços ambientais prestados pela ILPF.

O evento será no formato virtual. As inscrições estão abertas para técnicos, produtores, pesquisadores e estudantes.

O objetivo é discutir as principais metodologias, inovações e soluções para sistemas de produção integrados e com isso aumentar a adoção e o adequado manejo da ILP e da ILPF.

A iniciativa é organizada pela Embrapa Pecuária Sudeste e Grupo de Estudos Luiz de Queiroz (GELQ – Esalq/USP).

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.