Soja deve ter produtividade reduzida devida a estiagem no Paraná

Redação

Soja deve ter produtividade reduzida devida a estiagem no Paraná

A produtividade das lavouras de soja no Paraná deve apresentar queda devido a estiagem que atinge o Paraná desde 2019.

As informações são do boletim semanal do Deral (Departamento de Economia Rural), órgão vinculado a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento.

Com a devera estiagem algumas regiões do Paraná podem não alcançar a produtividade estimada no início da safra, caso as chuvas não tenham maior regularidade até o final do plantio.

Mesmo com as chuvas que caíram sobre diversas regiões do Paraná na última semana, o déficit hídrico não foi superado, até porque o ciclo da soja é longo e a colheita só começa entre o fim de janeiro e o início de fevereiro.

Segundo o último relatório do Deral, já foram semeados 5,11 milhões de hectares, equivalentes a 92% da área total estimada. Como comparativo, 5,24 milhões de hectares foram cultivados em 2019.

Das lavouras cultivadas neste ciclo, 70% se encontram em condições boas, 27% em condições medianas e 3% em condições ruins, de acordo com os técnicos do Deral.

O boletim completo com os prognósticos de outras culturas está disponível neste link.

LEIA MAIS: Café Qualidade Paraná 2020 define vencedores da 18ª edição do concurso

Previous ArticleNext Article