Rodrigo Mussi, do BBB 22, ganha alta após acidente

Após sofrer um grave acidente de carro no fim de março, o ex-BBB Rodrigo Mussi teve alta do hospital que ficou internado em São Paulo.

Redação - 28 de abril de 2022, 14:54

Foto: Divulgação/ Trumpas
Foto: Divulgação/ Trumpas

Rodrigo Mussi, que foi participante do BBB 22 (Big Brother Brasil), recebeu alta do Hospital das Clínicas, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira (28). 

Segundo a nota, Rodrigo está disposto e muito focado. O irmão dele, Diogo Mussi, prometeu publicar um vídeo dele agradecendo aos fãs até hoje à noite. 

Apesar da alta do hospital, Rodrigo Mussi foi transferido para a reabilitação intensiva. Os cuidados com a recuperação após o acidente de carro vão permanecer por mais tempo.

APÓS ACIDENTE, RODRIGO MUSSI PERDE O FIM DO BBB 22

Rodrigo ficou de fora da gravação do dia 101 do BBB 22, realizado ontem (27) e que vai ao ar nesta quinta-feira (28), na Rede Globo.

Além disso, ele também não participou da premiação do reality show e dos programas feitos pela Rede BBB com todos os participantes. Contudo, o BBB 22 produziu VTs especiais para mostrar a passagem de Rodrigo Mussi na casa mais vigiada do Brasil.

De acordo com a programação da emissora, o dia 101 do BBB 22 começa hoje às 22h35, após a exibição da novela Pantanal (21h30 às 22h35).

ACIDENTE DE RODRIGO

No dia 31 de março, Rodrigo Mussi sofreu um acidente grave de carro em São Paulo. Ele estava a bordo de um carro de aplicativo, que se chocou contra um caminhão. No banco de trás, o ex-participante do BBB não usava cinto de segurança e foi arremessado do veículo.

Ele sofreu um traumatismo craniano, além de múltiplas fraturas, e teve que passar por cirurgias na cabeça e na perna.

Além de passar pelo processo de extubação, Rodrigo Mussi já tinha tido alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na semana passada.

Segundo o relato do irmão, um dos médicos que cuidam do ex-BBB diz que o caso é um milagre

Com 36 anos, Rodrigo Mussi trabalhava como gerente comercial antes do Big Brother Brasil.