câmara de apucarana
Compartilhar

Ex-tesoureiro do PT recebe alvará de soltura, mas continuará preso

O ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, recebeu um alvará de soltura do juiz Sérgio Moro, no final da tarde des..

Redação - 29 de junho de 2017, 16:37

O ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, recebeu um alvará de soltura do juiz Sérgio Moro, no final da tarde desta quarta-feira (28). No entanto, mesmo assim, ele vai permanecer preso, porque ainda cumpre outra prisão preventiva também decretada pelo magistrado.

Tribunal revisa sentença de Moro e absolve ex-tesoureiro do PT

O alvará foi concedido respeitando a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, que absolveu o ex-tesoureiro de um dos processos em que ele foi condenado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. O colegiado entendeu que a condenação de 15 anos e quatro meses de prisão, a primeira de Vaccari, foi baseada exclusivamente em delações. A decisão é a primeira a contrariar uma sentença da primeira instância no âmbito da Lava Jato e absolver um réu.

Na denúncia, relacionada a 10ª fase da Lava Jato, Vaccari é acusado de envolvimento no recebimento pelo PT de pelo menos R$ 4,2 milhões de propinas acertadas com a Diretoria de Serviços da Petrobrás. Para a 8ª turma do TRF4 as provas materiais contra Vaccari foram insuficientes.

Outras condenações

Além da condenação em que foi absolvido, o ex-tesoureiro do PT foi condenado em outros quatro processos pelo juiz Moro. Ele também é réu em outras quatro ações penais. João Vaccari está preso preventivamente desde abril de 2015.