câmara de apucarana
Compartilhar

Liminar suspende depoimento de Lula no caso sobre os caças suecos

 Uma liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região, em Brasília, suspendeu os depoimentos do ex-Preside..

Jordana Martinez - 25 de outubro de 2017, 16:30

 

Uma liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região, em Brasília, suspendeu os depoimentos do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho Luis Claudio Lula da Silva, que estavam marcados para os dias 30/10 e 03/11, na ação que trata da compra de  caças suecos pelo Brasil em dezembro de 2013. O pedido foi feito pela defesa de Lula por habeas corpus.

O desembargador federal Néviton Guedes aceitou os argumentos da defesa de que, antes dos depoimentos dos réus, devem ser ouvidas todas as testemunhas anteriormente arroladas e que foram autorizadas pelo próprio TRF1, inclusive daquelas residentes no exterior. Segundo a defesa, "a própria denúncia faz referência a fatos ocorridos no exterior que a defesa tem o direito e o interesse de esclarecer que não se deram na forma narrada pelo Ministério Público".

Segundo os advogados de defesa, "não é verdadeira a afirmação contida na denúncia de que o ex-Presidente Lula e a então Presidenta Dilma fizeram uma reunião com o Primeiro Ministro da Suécia durante o funeral de Nelson Mandela para tratar da compra dos caças. Isso será provado pelo depoimento dessa autoridade sueca", afirma o advogado Cristiano Zanin Martins.

Dentre as testemunhas que serão ouvidas estão os ex-Presidentes da França François Hollande e Nicolas Sarckozy.

Ainda segundo Zanin Martins, todos os documentos necessários para a oitiva das testemunhas no exterior já foram providenciados pela defesa, inclusive tradução juramentada de peças para os idiomas francês e sueco.