camara de tamarana
Compartilhar

Mesquita cai e Júlio Reis assume a Secretaria da Segurança Pública

O governador Beto Richa indicou, na manhã desta segunda-feira (5),  o delegado Júlio Reis para assumir a Secretaria da S..

Andreza Rossini - 05 de fevereiro de 2018, 11:34

O governador Beto Richa indicou, na manhã desta segunda-feira (5),  o delegado Júlio Reis para assumir a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp).

Ele assume a pasta em substituição ao delegado federal Wagner Mesquita.

Até a nomeação, Reis ocupava o cargo de delegado-geral da Polícia Civil do Paraná. O nome do substituto ainda não foi divulgado pelo governo.

Segundo o governador, a troca de comando "visa mais unidade nas ações de segurança pública e nas forças policiais, tanto na Polícia Militar como na Polícia Civil".

“Isso é necessário para que as coisas aconteçam de forma mais rápida e em perfeita harmonia, para que tenhamos mais efetividade no combate à criminalidade no Estado”, afirmou.

Richa também informou que a diretoria-geral da Secretaria da Segurança Pública será ocupada por um oficial da Polícia Militar.

“Entendemos que essa composição da Polícia Civil e Polícia Militar no comando da secretaria é importante, para que não haja nenhuma dúvida do nosso desejo de uma perfeita harmonia entre as forças de segurança”, disse.

Em entrevista concedida à jornalista Francielly Azevedo na última semana, o governador Beto Richa (PSDB) apontou vários motivos que resultariam na exoneração de Mesquita.

De acordo com Richa, os conselhos de classe e o comando da Polícia Militar não aprovam a forma com que Mesquita conduz a secretaria. Além disso, a situação em que uma família velou o corpo de um jovem, baleado em um latrocínio, na região de Colombo, por 12 horas enquanto aguardava o recolhimento do corpo foi a gota d’água para o afastamento do secretário.

“Nós estamos tentando, não é segredo. Um corpo de uma pessoa, por 12 horas largado na rua e não foi recolhido para o IML. Faltava o carro, o rabecão, para retirar essa pessoa, é uma situação desumana. Eu cobrei com muita energia do responsável pelo órgão e o secretário de segurança também um posicionamento em relação a isso. É inaceitável essa situação que ocorreu” aponta Richa. “Se faltasse dinheiro na Secretaria vá lá, mas não é o caso. Dinheiro nós temos, fizemos grandes investimentos”, questiona.

NOVO SECRETÁRIO

Júlio Cezar dos Reis tem 25 anos de carreira na Polícia Civil do Paraná. É pós-graduado em Gestão de Políticas Públicas e em Direito Penal. Delegado primeira classe, já comandou a Divisão Policial do Interior (DPI) e a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc).

Além disso, foi responsável pelas Subdivisões Policiais de Cascavel e de Pato Branco, bem como várias delegacias regionais. Antes de assumir o cargo de delegado-chefe da Polícia Civil, era corregedor de área na região Sudoeste.