câmara de vereadores
Compartilhar

Alta nos combustíveis deixa GNV mais vantajoso no Paraná

Da AENO anúncio do aumento da tributação sobre os combustíveis teve efeito imediato nas bombas dos postos de gasolina do..

Francielly Azevedo - 07 de agosto de 2017, 18:05

Da AEN

O anúncio do aumento da tributação sobre os combustíveis teve efeito imediato nas bombas dos postos de gasolina do Paraná. Em Curitiba, o preço da gasolina nas duas últimas semanas subiu até 70 centavos em alguns casos. Os valores do litro do etanol e do diesel também sofreram alteração e quem tem o veículo convertido para o Gás Natural Veicular (GNV) acaba economizando na hora de abastecer.

De acordo com o sistema de levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio* do litro da gasolina para o consumidor paranaense é de R$ 3,687, enquanto o metro cúbico do GNV tem preço médio de R$ 2,567 no Estado. Com o rendimento previsto (13 km/m³ de gás natural, 10 km/l de gasolina e 7 km/l de etanol), para rodar 100 quilômetros com o GNV, o motorista gasta cerca de R$ 19,45, enquanto que com a gasolina o custo é de aproximadamente R$ 34,46 e com o etanol de R$ 35,84, já que o preço médio deste último é de R$ 2,688 nos postos do Paraná. A economia com o uso do GNV chega a 46% em relação ao etanol e a 44% no comparativo à gasolina.

Além da economia ao abastecer, o gerente da Companhia Paranaense de Gás (Compagas), Mauro Melara, lembra que carros com GNV também têm desconto no IPVA, já que para os carros movidos a gás natural o custo do imposto é de 1% sobre o valor do veículo, perante os 3,5% do valor sobre os veículos movidos a gasolina e/ou álcool. “Em média, para você converter seu veículo para GNV, custa de R$ 3 mil a R$ 4 mil, mas é um investimento que é recuperado em poucos meses e a economia continua”, garante. No site da Compagas é possível fazer as contas no Simulador de Economia.

A Compagas é a concessionária responsável pela distribuição do gás natural no Paraná,e atualmente conta com 36 postos revendedores de GNV, nas cidades de Curitiba, Campo Largo, Colombo, Paranaguá, Pinhais, Ponta Grossa e São José dos Pinhais, e um em Londrina comercializa o gás fornecido pela GasLocal. São mais de 34 mil veículos que já utilizam o gás natural no estado e 17 oficinas credenciadas pelo INMETRO para efetuar a conversão.