câmara dos deputados
Compartilhar

Coritiba bate o Rio Branco, fatura o primeiro turno e se garante na final do Paranaense

Se o começo da jornada foi cheio de desconfiança, o final da participação do Coritiba na Taça Dionísio Filho, o primeiro..

Roger Pereira - 25 de fevereiro de 2018, 20:00

Se o começo da jornada foi cheio de desconfiança, o final da participação do Coritiba na Taça Dionísio Filho, o primeiro turno do Campeonato Paranaense, não deixou dúvidas. O Coxa fez um incontestável 3 a 0 no Rio Branco, faturou a Taça e garantiu-se na final do Campeonato Paranaense.

Depois de uma primeira fase irregular, com tropeços diante de times do interior nas primeiras rodadas e derrota na clássico Atletiba em casa e uma classificação para a semifinal que só veio na última rodada, graças a uma combinação de resultados, o Coritiba mostrou que está em franca evolução e fez, neste domingo, seu melhor jogo na temporada, justamente na decisão, não dando nenhuma chance para o surpreendente Rio Branco.

Marca da restruturação pela qual o time vem passando depois do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Coritiba foi a campo nesta decisão com oito jogadores formados em suas categorias de base. Mas foi a experiência de Alecsandro que abriu o caminho da vitória coxa-branca.

Com seu pai na arquibancada, o ídolo da torcida coxa Lela, Alecgol abriu o placar aos 37 minutos do primeiro tempo. Ele iniciou a jogada na intermediária, Julio Rusch lançou Iago Dias pela esquerda, o camisa sete tocou por cobertura para Alecsandro, fazer um a zero, e comemorar com a careta de Lela.

No segundo tempo, o Rio Branco abriu mão da postura defensiva, a mesma usada na semifinal contra o Atlético, quanto empatou em 0 a 0 e venceu nos pênaltis, e foi ao ataque, em busca de seu gol. Mas, no momento em que o Rio Branco dominava a partida e até pressionava, o Coxa encaixou um contra-ataque, que terminou em escanteio. Depois da cobrança, a bola sobrou para Alecsandro, que finalizou e, no meio do caminho, Thalisson Kelven desviou de calcanhar para fazer 2 a 0, aos 15 minutos.

Embalado pelo som das arquibancadas, o time coxa-branca passou a jogar com mais tranquilidade. E logo saiu o terceiro gol. Aos 23’, Julio Rusch lançou em profundidade, Guilherme Parede matou no peito, foi agarrado pelo zagueiro, caiu, levantou e bateu com tranquilidade para o fundo das redes.

Com o título da Taça Dionísio Filho, o Coxa está na garantido na decisão do Campeonato Paranaense. Isso se não vencer, também, a Taça Caio Júnior, o segundo turno do estadual, o que lhe daria automaticamente o título do campeonato.