câmara dos deputados
Compartilhar

Expulsão absurda, comenta técnico do Atlético-PR

Na noite desta quarta-feira (28), o Atlético-PR empatou sem gols com o Ceará, na Arena da Baixada, pela terceira fase da..

Francielly Azevedo - 01 de março de 2018, 11:14

Na noite desta quarta-feira (28), o Atlético-PR empatou sem gols com o Ceará, na Arena da Baixada, pela terceira fase da Copa do Brasil. Durante a partida, o zagueiro Thiago Heleno foi expulso aos 23 minutos da etapa inicial, o que causou revolta ao técnico Fernando Diniz.

"A expulsão eu achei absurda. O Thiago Heleno tentou ir só na bola. Não tinha como atingir de maneira agressiva. Estava de lado. Ele (árbitro) alegou que foi excesso de força”, ressaltou.

Segundo Diniz, a expulsão comprometeu o resultado do duelo. "Isso comprometeu muito jogo. Tivemos coisas muito positivas no jogo e outras que não foram tão boas, justamente por causa da expulsão. As chances que o Ceará teve no jogo foram todas que a gente entregou a bola no meio do caminho”, afirmou.

Mesmo com o placar zerado, o treinador disse estar satisfeito com o apresentado pela equipe. "Estou contente com o que a equipe fez, o espírito de luta dos jogadores. Ganhamos um ponto e não perdemos dois. Temos que dar méritos para uma equipe que consegue jogar com nove jogadores", destacou.

Na quinta-feira (15), o rubro-negro vai até o estádio Castelão definir quem avança para próxima etapa. O duelo de volta com o Ceará é às 21h30 (de Brasília). A vitória simples classifica o Furacão, já o empate leva a decisão para os pênaltis.