câmara dos deputados
Compartilhar

Após confusão com Lisca, Paraná Clube prefere focar no Goiás

Matheus Costa será o técnico interino do Paraná Clube no jogo com o Goiás, na próxima quarta-feira (6), às 19h30, no Est..

Francielly Azevedo - 04 de setembro de 2017, 18:33

Matheus Costa será o técnico interino do Paraná Clube no jogo com o Goiás, na próxima quarta-feira (6), às 19h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. O auxiliar teria sido o pivô da briga que culminou na saída do técnico Lisca. Mas, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (4), no Ninho da Gralha, preferiu dar o assunto como encerrado e focar no jogo com o esmeraldino.

"A diretoria já se pronunciou sobre o caso, eu já falei que não queria comentar, o meu foco agora é o Paraná Clube, é a Série B, é o jogo com o Goiás. Com eu já disse, a direção já se pronunciou, eu falei pós jogo com o Atlético-MG que não quero falar sobre isso mais, acho que o o que eu tinha que falar eu já falei e o nosso foco tem que agora o nosso jogo com o Goiás. Peço desculpas porque eu sei que tem muita gente querendo respostas, muita gente querendo saber o que eu tenho para falar, mas eu não quero me pronunciar sobre isso. E a direção está tomando as devidas providências", esclareceu.

Entre os jogadores o clima é o mesmo: página virada. O meia João Pedro também conversou com os jornalistas e admitiu que o elenco foi pego de surpresa.

"Para mim foi novo, eu nunca tinha vivenciado isso e até me pegou de surpresa, foi um baque, pelo o que ele (Lisca) estava mostrando, pela evolução da equipe. Mas isso é página virada e agora com Matheus no comando ele tem toda nossa confiança, é um cara que o grupo todo gosta e esperamos que ele faça um grande trabalho”, disse João Pedro.

Questionado se o episódio afetou o psicológico do grupo, Vinicius Kiss garantiu que não.

“Eu confesso que, apesar de alguns anos como jogador, é um fato inusitado na minha carreira. A gente vem em um momento muito bom e é estranho uma saída conturbada da maneira como foi. Mas temos um objetivo maior, com uma comissão técnica permanente, então é página virada e seguir nosso caminho em busca do acesso”, afirmou.

Foco no Goiás

A delegação paranista viaja já na noite desta segunda-feira para capital goiana. Ao todo 18 atletas devem ser relacionados por Matheus Costa, que ainda não está oficializado como técnico permanente.

"É pensar jogo a jogo, eu estou de forma interina hoje no clube, acho que a direção vai tomar a decisão que ela achar melhor, com todo respeito vou respeitar a decisão que a direção for tomar e hoje eu tenho que pensar exclusivamente no jogo com o Goiás", ressaltou Matheus.

Os volantes Gabriel Dias e Leandro Vilela não estarão na lista, porque cumprem suspensão. O meia Minho e o atacante Robson também permanecem de fora, em função de lesões.