câmara dos deputados
Compartilhar

Vasco demite Milton Mendes após derrota para o Bahia

Milton Mendes não é mais o técnico do Vasco. O treinador foi demitido nesta segunda-feira (21), logo após retornar de Sa..

Francielly Azevedo - 21 de agosto de 2017, 22:00

Milton Mendes não é mais o técnico do Vasco. O treinador foi demitido nesta segunda-feira (21), logo após retornar de Salvador, depois da derrota para o Bahia, por 3 a 0, no domingo (20).

O Cruz-Maltino não vence há cinco rodadas no Brasileirão, são dois empates e três derrotas. A última vitória foi diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte, por 2 a 1, no dia 23 de julho. O revés do último fim de semana fez com que o time caísse para 16ª posição, com 25 pontos. Apenas dois pontos a mais que o São Paulo, que é o primeiro na zona do rebaixamento.

A demissão aconteceu após o desembarque da delegação no Rio de Janeiro. Torcedores no aeroporto hostilizaram o técnico e jogadores.

"Gostaria de explicar, como normalmente é do meu estilo, o que me levou como presidente do clube a tomar essa atitude. Tive hoje uma conversa com o Milton e falamos sobre diversos assuntos. Diante de tudo que estava acontecendo, chegamos à conclusão que seria o melhor para o Vasco que ele nos deixasse. O importante é sempre a instituição, o Vasco, mais do qualquer interesse pessoal", afirmou o presidente Eurico Miranda.

Mendes estava há cinco meses no comando vascaíno. O treinador teve aproveitamento de 48,1% em 27 jogos, com 11 vitórias, 10 derrotas e seis empates. Sob o comando de Milton, o Cruz-Maltino disputou 27 jogos (11 vitórias, 10 derrotas e seis empates).

Por enquanto, o auxiliar Valdir Bigode é o técnico interino, até que outro nome seja contratado pela diretoria.

 

Troca-troca

Milton Mendes já é o segundo treinador do Vasco nesta temporada. Ele substituiu Cristóvão Borges, demitido pelo clube no início do ano. Mendes teve problemas com dois dos principais jogadores do Vasco: o meia Nenê e o zagueiro Rodrigo.

Nenê chegou a ser afastado do time pelo treinador, que alegou deficiência técnica. Depois o atleta retornou, porém como opção no banco de reservas.

Rodrigo se transferiu para a Ponte Preta. No último dia 6, no jogo entre as duas equipes, em Campinas, após a partida o jogador empurrou o técnico três vezes, quando Mendes se aproximou para falar com jogadores do Vasco. O treinador registrou boletim de ocorrência por agressão e o zagueiro foi suspenso por uma partida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (a punição foi cumprida diante do Botafogo).

Confira o comunicado de Eurico Miranda: 

"Gostaria de explicar, como normalmente é do meu estilo, o que me levou como presidente do clube a tomar essa atitude. Tive hoje uma conversa com o Milton e falamos sobre diversos assuntos. Diante de tudo que estava acontecendo, chegamos à conclusão que seria o melhor para o Vasco que ele nos deixasse.

O importante é sempre a instituição, o Vasco, mais do qualquer interesse pessoal. É importante deixar claro que não tinha e continuou não tendo qualquer tipo de restrição ao trabalho desenvolvido por ele. Continuo achando que ele reúne qualidades para ser treinador do clube e da minha preferência. Sempre nas suas condutas ele procurou preservar a instituição, mas ao espremer tudo, do meu lado e do dele, infelizmente, concluímos que as qualidades não se traduziram em resultados e fomos obrigados a tomar a posição que tomamos.

A decisão, quero deixar claro,  só aconteceu depois da conversa que tive com o Milton. É difícil eu tomar decisão conjunta, mas essa foi uma decisão conjunta. Oficialmente comunico que o Milton Mendes não é treinador, mas sem qualquer restrição da minha parte. O que espero e quero é que ele deixo o clube como entrou: respeitando a instituição e sabendo que o Vasco vai estar sempre com as portas abertas para ele"