câmara dos vereadores
Compartilhar

Ministro da Cultura quer recursos da Lava Jato

Com Agência BrasilO ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, falou sobre alternativas para o financiamento do setor..

Mariana Ohde - 25 de outubro de 2017, 06:59

Com Agência Brasil

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, falou sobre alternativas para o financiamento do setor nesta terça-feira (24), durante a posse dos novos diretores da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Alex Braga Muniz e Christian de Castro Oliveira.

Segundo o ministro, uma das alternativas seriam os recursos provenientes dos acordos de leniência das empresas investigadas na Operação Lava Jato. Ele também afirma que recursos das loterias poderiam injetar cerca de R$ 600 milhões por ano na área - em projetos ambientais, sociais e culturais.

“Precisamos ser criativos e buscar recursos em outras fontes que não apenas o Tesouro. Estou discutindo, internamente e com o governo, a questão dos recursos oriundos das loterias. A lei em vigor já destina um percentual da receita com loterias para projetos culturais, mas esses recursos não têm sido efetivamente destinados à cultura, e nós precisamos fazer com que essa lei se cumpra, encontrar o caminho”, disse o ministro.

Quanto aos acordos de leniência, ele cita valores como o da JBS, que envolve cerca de R$ 1 bilhão, para projetos ambientais, sociais e culturais, o que daria por volta de R$ 330 milhões para a cultura, em um único acordo.

“Eu tenho trabalhado também com a CGU e as plataformas digitais”, declarou Sá Leitão.