câmara municipal de apucarana
Compartilhar

Avô imobiliza homem que fotografava meninas debaixo de saias em supermercado

Com Lucian Picheti, CBN Curitiba Alertado por segurança de um hipermercado do bairro Xaxim, em Curitiba, um idoso..

Narley Resende - 02 de outubro de 2017, 10:30

Com Lucian Picheti, CBN Curitiba

Alertado por segurança de um hipermercado do bairro Xaxim, em Curitiba, um idoso imobilizou um homem suspeito de fotografar meninas por debaixo das saias neste domingo (2). Por volta das 14h30, o homem, de 56 anos, foi flagrado pelo segurança do estabelecimento no momento em que filmava as partes íntimas de crianças.

As meninas, de 8, 10, 11 e 13 anos estavam acompanhadas do avô, um sargento aposentado da Polícia Militar (PM). Ao perceber a atitude do suspeito, o senhor imobilizou o homem e o prendeu em uma sala, até a chegada da polícia.

O avô e a mãe de duas das vítimas estavam muito abalados e não quiseram gravar entrevista. A tia das crianças, que não quis se identificar, explicou por telefone como tudo aconteceu.

"As crianças estavam no mercado com o avô delas e o rapaz estava filmando a calcinha delas, por baixo do vestido. Ele abaixava, fingia que estava amarrando o tênis e começa a filmar. Nisso, o segurança do mercado viu - pra ver como estava explícito - e avisou o avô das crianças. O avô das crianças já foi da polícia, imobilizou o rapaz e  colocou na salinha", conta.

De acordo com o soldado da Polícia Militar Eduardo Firmino, que efetuou a prisão do suspeito, os clientes do hipermercado ficaram revoltados com o flagrante.

"Muitos familiares da criança se aglomeraram em volta, muito revoltados, queriam linchar ele, xingavam muito. A equipe policial teve que dar o apoio para preservar a integridade dele", afirma.

O suspeito foi ouvido na Central de Flagrantes por um escrivão, já que o delegado de plantão não apareceu. Foi o escrivão quem fez o Termo Circunstanciado. O homem vai responder por importunação ofensiva ao pudor. Ao crime, cabe fiança.

O celular dele, que continha pelo menos três vídeos da crianças, foi apreendido para perícia.

"Ele disse que as filmagens eram pra masturbação. Ele não quis dizer mais nada. Só pediu para que a mulher dele não soubesse o que estava acontecendo. Pela experiência da equipe policial foi constatado que a intensão dele não era boa", lamenta o policial.

O suspeito não tem antecedentes criminais. O homem é casado há 30 anos e pediu que ninguém contasse nada a esposa, já que ela poderia abandoná-lo.

Abuso no Rio Grande do Sul

No último sábado (23), um homem de 62 anos foi preso após abusar de uma criança de 5 anos que acompanhava a mãe em um supermercado de Porto Alegre. A prisão foi em flagrante, por estupro de vulnerável.

A menina foi abordada pelo homem, que a levou para trás de uma prateleira, onde cometeu o abuso. A criança correu em direção à mãe, e os seguranças do supermercado conseguiram prender o suspeito.