camara municipal
Compartilhar

Curitiba sedia maior evento de cidades inteligentes do mundo nesta semana

Por Brunno Brugnolo, Metro CuritibaNesta quarta (28) e quinta-feira (1) Curitiba recebe no Expo Renault Barigui a..

Mariana Ohde - 26 de fevereiro de 2018, 09:59

Foto: Daniel Castellano / SMCS
Foto: Daniel Castellano / SMCS

Por Brunno Brugnolo, Metro Curitiba

Nesta quarta (28) e quinta-feira (1) Curitiba recebe no Expo Renault Barigui a primeira edição brasileira do Smart City Expo, o maior evento mundial de cidades inteligentes. Chancelado pela FIRA Barcelona Internacional, consórcio público catalão que promove anualmente o congresso mundial na Espanha, o evento terá uma área de exposição – com entrada gratuita mediante inscrição – e outra de congressos, paga, com 18 palestrantes internacionais e 36 brasileiros.

Segundo André Telles, co-fundador do iCities, empresa responsável por trazer o evento para o país, não existe um modelo ideal de cidade inteligente, até porque todas estão em processo de construção. “Elas são eternamente beta, porque as inovações vão surgindo a todo tempo.

A questão é conseguir aplicar essas tecnologias dentro da cidade para que reflitam na maior qualidade de vida do cidadão”, resume. O evento de origem espanhola, que já foi expandido regionalmente para outras cidades do mundo como Kyoto (JAP), Montreal (CAN), Puebla (MEX), Casablanca (MAR) e Istambul (TUR) tem contrato para pelo menos quatro edições na capital paranaense.

“Curitiba tem um histórico, um DNA muito forte relacionado a inovação na cidade em si, desde a criação do plano urbanístico da cidade, o Plano Agache, depois a criação do BRT e o próprio Lerner sendo uma figura emblemática com suas inovações”, explica Telles.

“Até esta gestão tem o mérito com a criação do Vale do Pinhão, que é o incentivo ao empreendedorismo de impacto, as startups, algo muito forte dentro do conceito de cidades inteligentes, apoiar empresas de base tecnológica que possam trazer soluções para a cidade”, completou. Na área de exposição, além de multinacionais e empresas locais como Itaipu e Copel, cerca de 1/4 dos 800 m² será do Smart Plaza Vale do Pinhão, espaço idealizado pela prefeitura, através da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

O ambiente vai mostrar todo o “ecossistema de inovação da capital” e as iniciativas pioneiras nascidas no Vale, com aproximadamente 80 pitches (apresentações de cinco minutos) e dez expositores, como a curitibana Prevention, empresa que irá expor o Adam Robô, que faz o pré-diagnóstico de doenças oculares como miopia, hipermetropia, presbiopia e astigmatismo.

“No ano passado, o Engenho da Inovação recebeu mais de 50 eventos voltados à inovação, como palestras, debates, feiras, workshops, experimentações de novas tecnologias e conferências internacionais”, ressalta o diretor técnico da Agência Curitiba, Tiago Francisco da Silva.

Para Telles, o evento inclusive traz uma responsabilidade para a cidade. “É uma oportunidade para reposicionar a cidade que respira inovação, que tem essa vocação, inclusive mundial. Puebla (no México), que já vai para sua 4ª edição, aplicou conceitos apresentados e já passou por transformações”, diz o empresário. A expectativa é de que cinco mil pessoas participem do Smart City Expo nos dois dias. As inscrições e compra do passaporte podem ser feitas no site.

Palestrantes

Entre os destaques do congresso, que será focado em tecnologia disruptivas, inovação digital, governança e cidades sustentáveis do futuro, está o italiano Carlos Ratti, diretor do Sensable City Lab, do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), responsável por estudar tecnologias capazes de transformar a vida nas cidades. Outro expoente é o holandês Frans-Anton Vermast, consultor do Amsterdam Smart City, plataforma de soluções urbanísticas e tecnologias para cidades.