camara municipal
Compartilhar

Curitiba é 3ª cidade brasileira mais procurada para eventos e negócios

Uma pesquisa do Ministério do Turismo publicada nesta quinta-feira (24) aponta que Curitiba - oitava colocada no ranking..

Narley Resende - 25 de agosto de 2017, 17:39

Uma pesquisa do Ministério do Turismo publicada nesta quinta-feira (24) aponta que Curitiba - oitava colocada no ranking das cidades mais populosas do País - é o terceiro destino mais procurado por estrangeiros que vieram ao Brasil fazer negócios ou participar de eventos e convenções no ano passado. Ficou atrás somente para São Paulo e Rio de Janeiro.

O segmento motivou 32,5% dos visitantes internacionais que visitaram a cidade no ano passado. Argentina (12,2%), Estados Unidos (11,6%), Paraguai (10,9%) e Alemanha (7,2%) foram os principais países emissores.

Curitiba está também entre as dez cidades brasileiras que mais realizaram eventos internacionais, de acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA, na sigla em inglês).

No ranking dos principais destinos de negócios no turismo internacional do País, segundo a pesquisa de Demanda Internacional do Ministério do Turismo, aparecem, depois de Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Campinas, Foz do Iguaçu, Salvador, Brasília e Florianópolis, nessa ordem. São Paulo e Rio de Janeiro concentram mais de 70% dos estrangeiros que estiveram no Brasil a negócios.

O calendário de eventos da prefeitura, por exemplo, prevê a realização de 14 eventos no período de agosto a dezembro deste ano, 6 deles internacionais. Para abrigar tais atividades estão disponíveis, segundo o portal da Prefeitura, 128 espaços com capacidades diversas, inclusive acima de mil pessoas. Dos centros de eventos listados, 57 estão localizados em hotéis de diversas categorias.

No ranking dos principais destinos de negócios no turismo internacional do país, segundo a pesquisa de Demanda Internacional do Ministério do Turismo, aparecem, depois de Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Campinas, Foz do Iguaçu, Salvador, Brasília e Florianópolis, nessa ordem. São Paulo e Rio de Janeiro concentram mais de 70% dos estrangeiros que estiveram no Brasil a negócios.

Negócios 

Segundo a Associação Brasileira de Viagens Corporativas  (Abracorp), o turismo de negócios movimentou R$ 5,51 bilhões no primeiro semestre deste ano. O volume equivale a um aumento de 9,13% nas vendas, na comparação com o mesmo período de 2016. O levantamento trata de informações dos segmentos de hotelaria, locação de veículos, companhias aéreas e outros serviços de lazer e eventos.