Campeonato Paranaense
Compartilhar

Coritiba quebra invencibilidade do Atlético-PR e larga com vantagem na final do Paranaense

O Coritiba garantiu a vantagem na final do Campeonato Paranaense ao vencer o Atlético-PR, neste domingo (1), no Couto Pe..

Francielly Azevedo - 01 de abril de 2018, 17:59

CURITIBA, PR, 01.03.2018: CORITIBA-ATLÉTICO-PR - Comemoração do gol de Julio Rusch, do Coritiba - Partida entre Coritiba e Atlético-PR, válido pelo 1º jogo da final do Campeonato Paranaense, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), neste domingo (1°). (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Folhapress)
CURITIBA, PR, 01.03.2018: CORITIBA-ATLÉTICO-PR - Comemoração do gol de Julio Rusch, do Coritiba - Partida entre Coritiba e Atlético-PR, válido pelo 1º jogo da final do Campeonato Paranaense, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), neste domingo (1°). (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Folhapress)

O Coritiba garantiu a vantagem na final do Campeonato Paranaense ao vencer o Atlético-PR, neste domingo (1), no Couto Pereira, pelo duelo de ida. O alviverde venceu por um placar magrinho, de 1 a 0, e de quebra acabou com a invencibilidade atleticana nesta temporada. O furacão ainda não havia perdido neste ano no tempo regular.

O rubro-negro iniciou a partida indo para cima do anfitrião coxa-branca. Tentou com Pierre do meio da rua, aos 12, e com Ederson, que, aos 21, recebeu o lançamento de Bruno Guimarães nas costas da zaga. Mas, nas duas chances, o Furacão encontrou o goleiro Wilson, bem postado, para evitar os arremates.

Apenas aos 23 o alviverde assustou realmente. Galdezani cruzou rasteiro para Evandro, que de primeira bateu para a meta. Só que o goleiro Caio fez belíssima defesa.

Aos 27 começou o lance que deu origem ao gol. O jogador atleticano Marcinho perdeu a bola para Evandro, quase na meia cancha. O jogador alviverde avançou sozinho. Pierre se obrigou a cometer falta para evitar que o atacante adentrasse a área. Julio Rusch foi para cobrança, pegou firme na bola e balançou as redes.

No finzinho do primeiro tempo, a equipe atleticana ainda tentou. João Pedro cobrou falta, Léo Pereira subiu no segundo pau e cabeceou. Mas Wilson não deixou entrar.

O Atlético voltou do intervalo disposto a pressionar, porém o Coritiba caprichava na marcação. Bem organizado, o Coxa também conseguiu assustar o rival.

Em uma das jogadas, Thiago Lopes recebeu, observou a movimentação e tocou para Pablo, que na entrada da área, sozinho, desperdiçou para fora. Pouco depois, no contra-ataque, Evandro carregou, passou para Thiago Lopes. O meia chutou rasteiro e Caio espalmou para escanteio.

A equipe atleticana seguiu tentando se aproximar, pelo menos, do empate. Mas esbarrou em um alviverde tranquilo e bem distribuído na marcação.

No último lance do jogo, Renan Lodi cobrou uma falta na entrada da área, Wilson defendeu e o juiz decretou o fim do primeiro duelo Atletiba.

O segundo jogo da decisão será no próximo domingo (8), às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada. O Coritiba iniciará o duelo com a vantagem. Caso o Atlético devolva o 1 a 0, o título será decidido nos pênaltis.