pleskmanager_rj929zf5
Compartilhar

Dilma, sem saída, jogará duro no Senado

Depois de muito esperneio, a presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), joga sua última cartada para se livrar do impeach..

Redação - 19 de agosto de 2016, 08:59

Depois de muito esperneio, a presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), joga sua última cartada para se livrar do impeachment e ficar inelegível por oito anos. Ao longo dos meses em que o Senado discute o processo de impeachment, Dilma tem percorrido o país e o mundo tentando divulgar mensagens nas quais pretende convencer sua inocência, insistindo em que não houve pedaladas em seu governo e que tudo não passa de “golpe”.

Dilma vai ao Senado para se defender das acusações e promete jogar duro contra senadores que foram seus parceiros durante o governo petista. Ao mesmo tempo em que decidiu falar sobre sua inocência, Dilma acabou levando mais um golpe, desta vez, do Supremo Tribunal Federal (STF) que acaba de autorizar o Ministério Público a abrir inquérito contra ela, o ex-presidente Lula, os ex-ministros Aloizio Mercadante e José Eduardo Cardozo e dois ministros do STJ, destinado a investigar a tentativa de obstrução da Justiça no âmbito da Operação Lava Jato.