Enamorados do Samba - Carnaval de Curitiba - título - escola de samba

Enamorados do Samba ganha pela primeira vez o Carnaval de Curitiba

Após seis anos de domínio da Mocidade Azul, a Enamorados do Samba conquistou o título do Carnaval de Curitiba. A apuração das notas foi realizada nesta segunda-feira (24), no Memorial de Curitiba.

Essa foi a primeira vez que a Enamorados do Samba, escola de samba do bairro Uberaba, ficou entre as duas primeiras colocadas do Carnaval curitibano.

O pódio da edição 2020 foi completado pela Mocidade Azul e pela Acadêmicos da Realeza, as duas escolas de samba que mais conquistaram títulos em Curitiba (22 e 9 conquistas, respectivamente).

Já a escola de samba Internautas, localizada em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, conseguiu o acesso para o grupo especial, enquanto a Embaixadores da Alegria (terceira maior campeã do carnaval curitibano com oito títulos) irá desfilar no grupo de acesso em 2021.

TÍTULO COM A GASTRONOMIA CURITIBANA

A Enamorados do Samba desfilou no último sábado na Rua Marechal Deodoro fazendo uma homenagem a gastronomia curitibana. Com alegorias sobre os restaurantes, passando pelo Mercado Municipal até os pratos típicos da capital paranaense, como o pinhão, a polenta e o pierogue.

O tema também foi escolhido com base no nome de Curitiba, que é derivado do tupi-guarani “kur yt ba”, significando “grande quantidade de pinheiros”. Essa relação esteve presente no enredo da Enamorados do Samba intitulado de “Core É Tuba”.

A conquista se tornou ainda mais emotiva para a escola de samba, porque no último dia 10, a presidente da Enamorados do Samba, Marlene Monte Carmelo faleceu e recebeu homenagens da escola de samba desde então.

homem, morto, corpo, exames, identificação, iml, polícia científica, banhista, afogamento, afogado, ilha do mel, praia mansa, caiobá, litoral, paraná, corpo de bombeiros, bombeiros

Identidade do homem encontrado morto na Ilha do Mel deve ser descoberta pelo IML

O corpo de um homem encontrado neste domingo (23) na Ilha do Mel, no litoral do Paraná, passará por exames de identificação no IML (Instituto Médico Legal).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma das suspeitas é de que se trata do curitibano que desapareceu na Praia Mansa. O desaparecimento  no balneário de Caiobá foi registrado no último dia 9.

O resultado dos exames deve ficar pronto em até 30 dias. No entanto, não é possível apontar uma data exata para a identificação.

Conforme a tenente Virgínia Turra, o corpo do homem foi avistado por uma tripulação. O barco navegava pela Ilha do Mel e acionou o resgate.

“São características compatíveis com o homem que se afogou há duas semanas. Era a única vítima em busca, por isso a possibilidade é grande de seja ele”, comentou a porta-voz dos bombeiros.

“Entretanto, só a perícia do IML poderá apontar essa certeza”, concluiu.

médicos, médico, vaga, vagas, contratação, contratações, colombo, prefeitura de colombo, pss, vagas temporárias, processo seletivo simplificado

Colombo abre contratação temporária de 28 médicos via PSS

A Prefeitura de Colombo, na Grande Curitiba, anunciou a contratação temporárias de 28 médicos. As inscrições para o PSS (Processo Seletivo Simplificado) estão abertas. Conforme o edital, os salários vão de R$ 5.252,88 a R$ 13.132,20.

O contrato com os médicos será válido por seis meses, mas pode ser prorrogado. Assim, os contratos podem ser renovados por até dois anos. Confira abaixo a descrição das vagas.

As inscrições vão até sexta-feira (28) e são gratuitas. Para concorrer às vagas, é necessário preencher a participação no PSS pessoalmente, na Prefeitura de Colombo. No entanto, devido ao carnaval, a administração municipal está fechada nesta segunda (24) e terça-feira (25).

COLOMBO ABRE VAGAS TEMPORÁRIAS PARA MÉDICOS (PSS)

  • 10 vagas para médico generalista, com carga horária semanal de 20 horas (R$ 5.252,88)
  • 14 vagas para médico generalista, com foco em Estratégia de Saúde da Família, com carga horária semanal de 40 horas (R$ 13.132,20)
  • 04 vagas para médico psiquiatra, com carga horária semanal de 20 horas (R$ 5.778,18)

Clique aqui para ver o edital completo de contratação via PSS.

upa londrina mulher

Mulher é presa após tentar agredir servidora da UPA, em Londrina

Uma mulher foi presa após tentar agredir uma servidora que trabalhava na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim do Sol, zona oeste de Londrina, na região norte do Paraná. O caso aconteceu na noite deste domingo (24).

Visivelmente estressada, ela foi direto ao balcão antes de empurrar um computador e arremessar um celular contar a funcionária da UPA. A Guarda Municipal foi acionada, mas a mulher ainda ameaçou e agrediu uma das agentes antes de ser detida em flagrante.

Na delegacia, a mulher foi autuada por injúria, resistência, desacato e vias de fato. Apesar disso, ainda não se sabe a motivação da raiva da mulher.

Ela passou por audiência de custódia nesta segunda-feira (24) e foi liberada. Contudo, o juiz proibiu que ela entre na UPA de Londrina ou fique a menos de 100 metros da servidora.

***Com informações da Tarobá News.

lojas carnaval prejuízo curitiba

Lojas de Curitiba são arrombadas e têm prejuízo de até R$ 50 mil durante o Carnaval

Pelo menos 40 lojas no Centro de Curitiba foram vandalizadas na madrugada desta segunda-feira (24), durante as festas de Carnaval na cidade. As portas de ferro foram amassadas, enquanto vitrines foram quebradas antes dos produtos serem roubados. Além disso, os comerciantes também se depararam com urina, fezes e vômito nas portas dos estabelecimentos. Uma das lojas teve um prejuízo estimado acima de R$ 50 mil.

Segundo a PMPR (Polícia Militar do Paraná), quatro homens foram presos e 200 agentes estiveram em ação. Ao todo, os desfiles das escolas de samba da cidade contaram com um público de 30 mil pessoas.

Em nota, a polícia disse que sua atuação se deu em apoio à Guarda Municipal, realizando algumas abordagens após o vandalismo às lojas. Um homem com roupas furtadas foi preso em flagrante, enquanto outros três rapazes foram abordados com produtos de uma joalheria. Ao todo, foram recuperados 50 anéis, um pingente e roupas. Em outra situação, diversas roupas roubadas foram localizadas e devolvidas ao estabelecimento.

Diversas lojas foram danificadas durante o Carnaval. (Divulgação / Prefeitura de Curitiba)

REFORÇO NO POLICIAMENTO

Em resposta ao vandalismo, a prefeitura de Curitiba informou que fará um reforço no policiamento no Centro durante o fim do Carnaval. Apenas no Largo da Ordem, que sedia diversos blocos carnavalescos, serão cerca de 20 homens, com cinco viaturas à disposição. A administração municipal também afirmou que as imagens dos eventos serão repassadas à Polícia Civil, para investigação e identificação dos envolvidos.

“Fizemos o reforço com a presença da Guarda Municipal e o apoio de equipes da Polícia Militar, em função dos atos de vandalismo registramos na madrugada desta segunda-feira”,  disse o secretário municipal da Defesa Social, Guilherme Rangel.

Por fim, a limpeza da região foi feita por equipes extras e técnicos já estão reparando danos nos prédios públicos, como o Memorial de Curitiba, o Palacete Wolf e a Casa da Memória.

Por fim, a Guarda Municipal registrou uma ocorrência em que guardas entraram em confronto com um grupo de pessoas na madrugada do domingo (23). 19 agentes estiveram envolvidos, sendo que um deles ficou ferido por estilhaços de vidro na mão. Já o Corpo de Bombeiros informou que três homens ficaram feridos na confusão.

PREJUÍZOS NAS LOJAS

Loja de roupas foi invadida durante a madrugada. (Divulgação / Prefeitura de Curitiba)

Uma espécie de arrastão foi realizado na região central de Curitiba durante a madrugada. Relatos de moradores dizem que até 100 pessoas participaram de invasões às lojas ou apenas depredação nas portas do comércio.

Uma loja de ótica teve mais de R$ 50 mil de prejuízo, segundo a proprietária Carolina. “Quebraram vidros, computadores, cadeiras e levaram todos os óculos que estavam expostos”, disse ela ao Paraná Portal.

Já em outro caso, uma joalheria teve tudo roubado. O proprietário Luiz Antônio disse que o alarme e os fios de monitoramento foram danificados durante a noite de Carnaval. “As portas foram todas arrebentadas. O que não conseguiram levar, destruíram. Infelizmente, só sobrou vidro e caco quebrado”, lamentou.

Por fim, Girah Kanzo conta que nunca passou por algo parecido durante os 30 anos que tem loja na região. “Está muito difícil. Eu não consegui nem abrir as portas. Trouxe um profissional para desentortar as portas e abrir”, completou.

idoso, atropelado, atropelamento, acidente, rodovia, br-373, trevo de guamiranga, paraná, prf, polícia rodoviária federal, capotamento, vítimas

Idoso é atropelado na BR-373 após parar para ver acidente

Um idoso de 63 anos ficou gravemente ferido após ser atropelado neste domingo (23) na BR-373, em Guamiranga, na região centro-sul do Paraná. A vítima foi atingida por um carro no momento em que atravessava a rodovia para ver outro acidente que havia acabado de acontecer.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), dois carros bateram no trevo de Guaraminga às 13h20. Um dos carros saiu da pista e capotou.

Os ocupantes de veículo capotado ficaram gravemente feridos e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e por equipes da concessionária responsável por este trecho da BR-373, na altura do km 243.

Conforme a PRF, o motorista, de 20 anos, e o passageiro, de 17, receberam os primeiros socorros na pista e depois foram encaminhados ao Hospital de Guarapuava.

Cerca de 10 minutos depois, por volta das 13h30, o idoso de 63 anos passou pela região. De acordo com a PRF, ele atravessou desatento a BR-373 para ver de perto o capotamento. No momento em que cruzava a rodovia, foi atropelado.

Conforme o relato oficial, o idoso sofreu ferimentos graves. Além disso, quebrou um braço. Testemunhas da polícia informaram que o acidente não foi mais grave porque o veículo estava em baixa velocidade.

O idoso atropelado na BR-373, em Guamiranga, foi socorrido e levado a uma hospital.

A PRF alerta que parar em locais de acidentes configura infração gravíssima. Além disso, expõe outros motoristas e pedestres a novos acidentes.

idoso, atropelado, atropelamento, acidente, rodovia, br-373, trevo de guamiranga, paraná, prf, polícia rodoviária federal, capotamento, vítimas
Idoso foi atropelado na BR-373 quando atravessava para ver um acidente no Trevo de Guamiranga. (Divulgação/PRF)
carnaval, curitiba, desfile, escolas de samba, samba, marechal deodoro

Carnaval em Curitiba: Desfile das Escolas de Samba leva 30 mil às ruas

O desfile das escolas de samba de Curitiba levou 30 mil pessoas para o Carnaval da avenida Marechal Deodoro na noite deste sábado (22).

As cinco escolas do Grupo Especial embalaram o público com sambas-enredo que cantaram desde a a loucura, a intolerância religiosa e a gastronomia até as belezas da lua e homenagem à atriz Lala Schneider, a grande dama do Teatro brasileiro.

Também foram homenageados os carnavalescos mestre Rodrigues e Marlene Carmelo. Ele faleceu em julho do ano passado e ela, no último dia 10.

A primeira escola a desfilar foi a Embaixadores da Alegria, seguida pela Imperatriz da Liberdade, Enamorados do Samba, Acadêmicos da Realeza e Mocidade Azul.

DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA EM CURITIBA

A Embaixadores da Alegria, escola de samba mais antiga na cidade, foi a primeira a entrar na passarela. A escola se valeu dos primeiros versos da canção Maluco Beleza, de Raul Seixas. O enredo foi inspirado na loucura e na genialidade. A agremiação teve um contratempo com o carro abre-alas no começo do desfile, mas isso não chegou a prejudicar sua apresentação.

A Imperatriz da Liberdade deu continuidade aos desfiles, e trouxe para a Marechal uma questão que se destaca por ser comum a outros lugares do Brasil: a intolerância religiosa contra as religiões de matriz africana.

Enquanto a Enamorados exaltou a história e a formação étnica de Curitiba, com referências aos 60 anos do Mercado Municipal, aos povos originários até as influências dos europeus, a Acadêmicos da Realeza homenageou a atriz Lala Schneider. Falecida há quase 13 anos, ela é considerada a dama do teatro paranaense.

O entusiasmo só deixou o local depois que a pentacampeã, vencedora do ano passado, a Mocidade Azul, apresentou-se debaixo de chuva fina, do início ao fim do desfile, pouco antes das 2h deste domingo.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DO CARNAVAL EM CURITIBA

morretes, litoral, paraná, prefeito, secretário, bens bloqueados, bloqueio, justiça, mppr,

Prefeito e secretário de Morretes têm bens bloqueados pela Justiça

O prefeito e o secretário municipal de Morretes, no litoral do Paraná, tiveram cerca de R$ 260 mil em bens bloqueados pela Justiça. Eles respondiam a uma ação civil pública ajuizada pelo MPPR (Ministério Público do Paraná).

De acordo com as apurações, os agentes públicos foram responsáveis pela doação indevida de bens que a prefeitura recebeu da Receita Federal.

A empresa que recebeu os itens cedidos ilegalmente e os dois proprietários também são citados na ação e tiveram os bens bloqueados liminarmente. Lotes de pneus, veículos e equipamentos de informática foram levados pela prefeitura para uma empresa que prestava serviço de transporte escolar.

Além disso, foi apurado que muitas doações federais não foram devidamente patrimoniadas pelo município. O Ministério Público sustenta que por conta disso, os réus violaram a Lei de Improbidade e na Lei Anticorrupção, além de ferirem princípios constitucionais da Administração Pública. Os itens cedidos de forma indevida foram avaliados em quase R$ 87 mil.

O MPPR solicitou o bloqueio de bens como garantia de ressarcimento dos produtos desviados. Os crimes supostamente cometidos pelos agentes públicos de Morretes podem acarretar ainda na perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, devolução dos valores desviados, proibição de contratar com o poder público além do pagamento de multa.

afonso pena, aeroporto, são josé dos pinhais, curitiba, aeroporto internacional, infraero, trem de pouco, acidente, aterrissagem, pista fechada

Avião falha na aterrissagem e fecha pista principal do Afonso Pena por 4 horas

Um avião de pequeno porte com problemas no trem de pouso sofreu um acidente na tarde deste sábado (22) durante a aterrissagem no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba. Por isso, a pista principal do terminal precisou ser fechada por mais de quatro horas.

Ninguém ficou ferido. A pista foi reaberta às 16h29. O acidente não afetou substancialmente a operação do aeroporto.

De acordo com a Infraero, o avião com problemas no trem de pouso fez a aterrissagem às 12h20. A aeronave não conseguiu fazer o procedimento correto e saiu da pista. Conforme a administração do Aeroporto Internacional Afonso Pena, ninguém se feriu.

No entanto, o plano de emergência precisou ser acionado pela Infraero. O Corpo de Bombeiros fez o primeiro atendimento na pista e constatou que não havia feridos no avião. Depois disso, teve início o trabalho de perícia.

Conforme a Infraero, uma equipe especializada foi acionada para avaliar se a aterrissagem malsucedida havia causado danos à pista. Enquanto a investigação estava em andamento, a pista principal do Aeroporto Internacional Afonso Pena foi fechada.

Mas isso não impediu a operação do terminal. Os pousos e decolagens programados para a tarde deste sábado (22) foram deslocados para a pista auxiliar. A faixa extra foi inaugurada no ano passado e tem as mesmas características e dimensões da original.

O avião com problemas no trem de pouso foi recolhido ao pátio sem maiores avarias. De acordo com a Infraero, a pista principal do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, foi reaberta às 16h29.

afonso pena, aeroporto, são josé dos pinhais, curitiba, aeroporto internacional, infraero, trem de pouco, acidente, aterrissagem, pista fechada
Pista foi liberada após perícia no avião e na pista do Afonso Pena. (Geraldo Bubniak/AGB)
caminhão, carreta, tomba, explode, incdêndio, interdita, interditado, br-116, régis bittencourt, curitiba, são paulo, paraná

Caminhão tomba, pega fogo e interdita BR-116 no sentido SP; VÍDEO

Um caminhão carregado com produtos químicos tombou e pegou fogo neste sábado (22), na BR-116 (Régis Bittencourt), em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. A pista no sentido São Paulo precisou ser completamente interditada na altura do km 29, por volta das 9h30.

Conforme a concessionária que administra o trecho, às 13h30 uma das faixas foi liberada para os veículos. Às 14h, a retenção causada pelo fechado da rodovia chegava a 11 km, de acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Apesar da gravidade do acidente, ninguém ficou ferido.

De acordo com a PRF, o caminhou que tombou e pegou fogo estava carregado com um produto químico. Chamado Chemlok 205T, ele é um tipo de adesivo usado para colar borracha ao metal.

O acidente com o caminhão na BR-116 foi registrado por volta das 9h20. Até a publicação da reportagem, não havia previsão de liberação completa da Régis Bittencourt.