Mais de 1 tonelada de maconha é encontrada em caminhão-tanque

Cerca de 1,5 de maconha foi encontrada em um caminhão-tanque, com placas paraguaias, na BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a apreensão aconteceu na noite deste domingo (15).

Conforme a polícia, o motorista paraguaio abordado, de 42 anos, disse inicialmente que o semirreboque estava vazio, e que iria até Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, para carregá-lo com asfalto.

As equipes da PRF suspeitaram e iniciaram a vistoria, quando encontrou fardos suspeitos no interior do tanque.

Durante a vistoria do veículo, o motorista atravessou a rodovia e conseguiu embarcar em um carro paraguaio, que lhe dava apoio. Seguido por alguns quilômetros, a dupla abandonou o carro, e fugiu a pé.

Os policiais rodoviários federais fizeram buscas pelas imediações, mas os dois envolvidos ainda não foram localizados. Dentro do carro, que foi apreendido, a equipe da PRF encontrou documentos pessoais.

Após voltar ao posto, com uso de ferramentas especiais e apoio da concessionária, a lataria do caminhão-tanque foi aberta e os fardos de maconha, identificados.

A PRF encaminhou o veículo carregado com a droga, o automóvel e os documentos apreendidos para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

*Com informações da PRF*

 

Bruno Guimaraes - Athletico - Internacional - Copa do Brasil

Bruno Guimarães decide e Athletico bate Internacional na Copa do Brasil

O Athletico Paranaense saiu na frente em busca do título inédito da Copa do Brasil. Com gol de Bruno Guimarães, o Furacão venceu o Internacional por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (11).

A vitória do Athletico foi presenciada por 39.772 pessoas na Arena da Baixada.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira (18), às 21h30, no Beira-Rio em Porto Alegre.

Com o triunfo, o Athletico pode empatar por qualquer placar no jogo de volta que será campeão da Copa do Brasil.

Para o Internacional, vitória por dois ou mais gols de diferença vale o título.

Vitória do Colorado por um gol de diferença, independente do placar, leva a partida para a prorrogação. Se o empate no tempo extra persistir, o título será decidido nas penalidades.

O JOGO

Rony - Athletico - Internacional - Copa do Brasil
Rony tenta a finalização de bicicleta, mas manda para fora. Foto:Twitter Athletico Paranaense/Divulgação

A primeira chance do jogo foi criada pelo Athletico, quando Marcio Azevedo cruzou no segundo poste para Nikão. O meia escorou para o meio da área e Marco Ruben tentou a finalização de bicicleta, mas não acertou a bola.

O Internacional respondeu aos 12 minutos com D’Alessandro. O meia lançou Nico López na grande área e o uruguaio finalizou cruzado à esquerda da meta de Santos.

O Athletico respondeu rapidamente e após Rodrigo Moledo travar Bruno Guimarães, a bola sobrou na entrada da área para Rony. O atacante pegou firme de primeira e quase acertou o poste direito de Marcelo Lomba.

No início do segundo tempo, Edenílson puxou ataque pela direita e cruzou para Guerrero. A bola raspou na cabeça do peruano e sobrou para Patrick, que tentou a finalização cruzada, mas chutou mal e não levou perigo.

Aos 13 minutos, Marco Ruben recebeu na intermediária e tentou o passe na área, mas Rodrigo Moledo cortou. A bola voltou para o atacante, que dessa vez encontrou Bruno Guimarães. O volante chutou de primeira no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba para abrir o placar.

O Athletico seguiu melhor no jogo e aos 27 minutos, Rony puxou contra-ataque e invadiu a área. O atacante buscou finalizar cruzado, mas Marcelo Lomba fez a defesa com a mão esquerda para salvar o Internacional.

O Colorado respondeu logo aos 30 minutos em jogada de bola parada. Após cruzamento na pequena área para Rodrigo Lindoso, Wellington se antecipou e tocou na bola antes que o meia buscasse a finalização.

A última chance de gol do jogo foi do Internacional. Aos 46 minutos, Rafael Sóbis foi lançado na direita e chutou perto do poste esquerdo de Santos.

Dengue: Paraná registra mais 72 casos em uma semana

Mais 72 casos de dengue foram confirmados no Paraná na última semana, segundo o boletim epidemiológico semanal divulgado, nesta terça-feira (10), pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ao todo, são 257 casos registrados desde a primeira semana de agosto.

Dos casos confirmados, 204 são autóctones, ou seja, foram contraídos no mesmo município em que a pessoa infectada vive. Além disso, mais 14 cidades registraram casos pela primeira vez desde o início do levantamento epidemiológico, em agosto.

Os municípios com maior número de casos confirmados são: Foz do Iguaçu (19), São Miguel do Iguaçu (18) e Umuarama (14).

Até esta terça-feira, foram feitas 2.767 notificações da doença em 185 municípios paranaenses e 701 foram descartadas para dengue.

Os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são: Londrina (440), Foz do Iguaçu (229) e Maringá (182).

De acordo com o boletim, dois municípios estão em situação de alerta de epidemia da doença: Floraí e Inajá.

O mosquito Aedes aegypti também é responsável pela transmissão do Zika Vírus e Chikungunya.

Segundo o boletim desta semana, forma notificados 32 casos de suspeita de Chikungunya e 4 casos de suspeita de Zika Vírus no Paraná, mas nenhum deles foi confirmado até o momento pela Sesa.

Professores - UFPR - APUFPR - Vestibular

Professores recomendam suspensão do vestibular da UFPR neste ano

APUFPR (Associação de Professores da Universidade Federal do Paraná) recomendou em assembleia geral, nesta terça-feira (10), a suspensão do vestibular da UFPR (Universidade Federal do Paraná) neste ano. Os docentes pretendem agora levar a decisão para a diretoria da universidade.

A decisão da Associação foi motivada pelos recentes cortes de verbas realizados pelo governo federal. Os professores também pretendem levar o tema para discussão com outras instituições federais de ensino, com o objetivo de pressionar o poder público a liberar os recursos para custeio, pesquisa e extensão para o melhor funcionamento da universidade.

O vestibular da UFPR nunca deixou de ser realizado anualmente e as inscrições para a edição deste ano se encerraram nesta terça. A universidade oferece aos estudantes 5.660 vagas para 129 cursos, sendo que 1298 seleções serão feitas pelo SiSU (Sistema de Seleção Unificado), que toma como base as notas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

A primeira fase do vestibular está marcada para o dia 27 de outubro, com as provas sendo aplicadas nos municípios de Curitiba, Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Toledo. Para os estudantes que conseguirem passar para a segunda etapa os dias para a realização do concurso serão em 24 e 25 de novembro.

A assessoria de imprensa da UFPR informou que ainda não há um posicionamento da universidade.

Gabriel Schlichta judô Curitiba

Judoca de 20 anos foi encontrado morto pelo próprio pai dentro da piscina de casa

Gabriel Schlichta, atleta de judô, foi encontrado morto pelo próprio pai neste domingo (8), por volta das 15h, em Curitiba. O corpo do jovem estava boiando na piscina da casa aonde moravam, no bairro Cabral.

Segundo o testemunho do Dalton Kojima à polícia, Gabriel tinha habilidades aquáticas e usava a piscina frequentemente.

O enterro dele aconteceu na tarde desta segunda-feira (9), no Cemitério Paroquial Nossa Senhora do Rosário, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba.

As informações foram confirmadas pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) à reportagem.

O caso está entregue à DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa). As investigações estão em andamento e mais testemunhas devem ser ouvidas nos próximos dias.

PROMESSA DO JUDÔ

Gabriel Schlichta judô Curitiba
Gabriel conquistou diversas competições estaduais e nacionais. Foto: Reprodução / Instagram

Gabriel completou 20 anos no final do mês passado. Nascido em 1999, ele venceu no peso leve (até 73Kg) os títulos brasileiro, sul-americano e pan-americano. Além disso, o judoca fez parte da seleção brasileira de base nas categorias sub-18 e sub-21.

O treinador de Gabriel e professor de judô na Sociedade Morgenau, Alan Vieira, lamentou a morte do atleta que tinha o sonho de representar o Brasil em uma Olimpíada e realizava diversos sacrifícios em sua vida pessoal para atingir esse objetivo.

“O Gabriel abriu mão da vida de um menino normal, se dedicando quase exclusivamente ao esporte. O judô amador requer muita dedicação do atleta e da família, muitas vezes custando a chance do jovem cursar uma universidade para participar dos treinos”, explicou Vieira.

O técnico ainda confirmou que o planejamento traçado com Gabriel previa que o atleta buscasse entrar em 2020 com um projeto de quatro anos, tendo como meta a participação nos Jogos Olímpicos de Paris em 2024.

“Ele era um atleta incrível. Inteligente e de muita força física, sem temer nenhum desafio que o esporte impunha”, finalizou Vieira.

LUTO

A equipe de judô do Clube Morgenau não terá aula nesta segunda-feira (9) por causa da morte de Gabriel. “Não temos palavras. Que os familiares possam ser confortados nesse momento difícil… Saudades eternas”, declara a página do clube.

Não temos palavras.Que os familiares possam ser confortados nesse momento difícil..Saudades eternas….Nosso querido…

Publicado por Judô Morgenau em Domingo, 8 de setembro de 2019

Por fim, a Federação Paranaense de Judô também divulgou uma nota de pesar para lamentar a morte do judoca. “Sua morte nos deixou muito surpresos, mas esperamos que ele possa estar em um lugar melhor”, diz o texto.

Informamos com pesar o falecimento do atleta da Sociedade Morgenau Gabriel Adriano nascido em 26/08/1999 e falecido na…

Publicado por Federação Paranaense de Judô em Domingo, 8 de setembro de 2019