unioeste, vestibular, lista de aprovados, candidatos, verão, 2020

Unioeste irá convocar 189 bolsistas para atendimentos médicos no Oeste do Paraná

Para auxiliar no combate ao coronavírus nas cidades de Cascavel, Foz do Iguaçu e Francisco Beltrão, localizadas na Região Oeste do Paraná, a Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) irá selecionar 189 bolsistas para trabalhar nesses locais.

Serão convocados estudantes de graduação e pós-graduação nas áreas de saúde, enfermagem, medicina e técnicos de enfermagem.

Esses estudantes irão prestar atendimento em três áreas especiais no auxílio do combate ao coronavírus:

  • Atendimento em centrais de informações (Call Center) em Cascavel, Francisco Beltrão e Foz do Iguaçu;
  • Atenção às divisas rodoviárias do Estado do Paraná em Cascavel e Francisco Beltrão;
  • Atuação junto às Regionais de Saúde em Cascavel, Francisco Beltrão e Foz do Iguaçu.

“Todo trabalho será desenvolvido buscando levar informações para a população que possam minimizar os dados que serão causados pela pandemia na região Oeste e Sudoeste do Estado do Paraná”, explica a coordenadora da equipe de Cascavel e professora da Unioeste, Adriane Martinez.

Segundo informações da Sesa (Secretaria Estadual da Saúde) as regionais de Cascavel e Foz do Iguaçu registram dez casos de coronavírus, cinco em cada um dos núcleos.

mulher, fake news, coronavírus, covid-19, arrependida, mppr, gaeco, retratação, termo circunstanciado, contravenção penal, facebook, instagram, guarapuava, paraná

Coronavírus: mulher que compartilhou fake news sobre médico morto se diz arrependida

A mulher que compartilhou fake news sobre um médico morto pelo coronavírus (Covid-19) em Guarapuava, no centro-sul do Paraná, disse em depoimento que está arrependida.

Ela foi detida e levada a depor pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). A fake news foi compartilhada no Facebook.

A mensagem falsa alertava sobre um médico morto pelo novo coronavírus (Covid-19). Guarapuava não tem nenhum caso confirmado da doença, de acordo com o boletim mais recente da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná).

MULHER QUE POSTOU FAKE NEWS SOBRE CORONAVÍRUS SE DIZ ARREPENDIDA

Ao ser interrogada, a mulher detida por espalhar fake news sobre a morte de um médico pela Covid-19 em Guarapuava confessou os fatos.

A autora da mensagem falsa disse que está arrependida e foi liberada após assinar um Termo Circusntanciado.

Por postar notícia falsa relacionada ao novo coronavírus (Covid-19), ela poderá responder por infringir as leis das Contravenções Penais.

“Provocar alarma, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto” é uma infração prevista no artigo 41. A pena prevista é de prisão simples, de 15 dias a seis meses, ou multa.

NÃO É CASO ISOLADO NO PARANÁ

O MPPR (Ministério Público do Paraná) também tomou providências contra uma influenciadora digital” de Cascavel que espalhou fake news sobre o novo coronavírus (Covid-19).

Outros casos semelhantes foram registrados em Londrina e Paranavaí, onde a Justiça determinou que a infratora se retratasse sob pena de multa diária.

coronavírus, covid-19, repasse, repasses, jfpr, justiça federal, mpf, ministério público federal, investimentos

Coronavírus: Justiça Federal libera R$ 1,4 milhão para quatro hospitais de referência

A Justiça Federal em Curitiba autorizou o repasse de R$ 1,4 milhão para quatro hospitais de referência que atenderão os casos mais graves do novo coronavírus (Covid-19). A transferência foi autorizadas pela 12ª Vara da JFPR a pedido do MPF (Ministério Público Federal).

O dinheiro será dividido entre o Complexo Hospitalar do Trabalhador, o Hospital Evangélico e o Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba, e o Hospital Regional do Litoral, de Paranaguá.

De acordo com a procuradoria, mais recursos serão disponibilizados à medida que os fornecedores de equipamentos hospitalares e remédios tiverem os produtos para pronto entrega.

  • Hospital do Trabalhador: R$ 807 mil
  • Hospital Evangélico: R$ 364 mil
  • Hospital Regional do Litoral: R$ 246 mil
  • Hospital Pequeno Príncipe: R$ 60 mil

Do total de R$1.478.214,73, R$807.310,00 vão para o Hospital do Trabalhador, R$ 246 mil para o Hospital Regional do Litoral, R$364.904,73 para o Hospital Evangélico e R$60 mil para o Hospital Pequeno Príncipe.

Na semana passada, a Justiça Federal em Foz do Iguaçu havia liberado pouco mais de R$ 1 milhão para investimentos relacionados com o combate ao coronavírus (Covid-19).

Os repasses do Poder Judiciário atendem a uma orientação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

governador ratinho jr faz anuncia medidas economia

Governador Ratinho Jr. anuncia pacote de socorro à economia do PR

O Governador do Paraná, Ratinho Jr., anunciou nessa sexta-feira (dia 27), várias medidas para socorrer a economia paranaense.

Segundo o governador, o foco é a manutenção dos empregos dos trabalhadores e a sobrevivência dos micro, pequenos e médios empresários.

Foi anunciado um pacote econômico de R$ 1 bilhão que irá contemplar também trabalhadores autônomos.

Dentro do pacote econômico anunciado, parte dos fundos será destinada para empresas que não demitirem, assim como anunciou há pouco o governo federal.

O prazo para pagamento do ICMS de 277 mil empresas foi prorrogado por três meses.

Ao mesmo tempo em que o governo estadual anunciava as medidas de socorro ao Estado, o governo federal também anunciava novas linhas de crédito e financiamentos para trabalhadores e empresários brasileiros.

Confira no vídeo o anúncio na íntegra

TRANSMISSÃO

Publicado por Governo do Estado do Paraná em Sexta-feira, 27 de março de 2020

coletiva governo anuncio socorro da economia

Governo Federal anuncia novas medidas para socorrer a economia

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, na manhã desta sexta-feira (27), em coletiva de imprensa, novas medidas emergenciais para socorrer a economia do país. O pacote é voltado para pequenas e médias empresas.

Para os anúncios das novas medidas, participaram da coletiva os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães e Presidente do BNDES, Gustavo Montezzano.

O presidente do Banco Central anunciou a criação de uma linha de crédito para que as empresas possam quintar suas folhas de pagamento. A medida só é valida para empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões.

O programa deve financiar dois meses de folha de pagamento e o valor é R$ 20 bilhões por mês. Mais de 1,4 milhões de empresas  devem ser beneficiadas pela medida. A empresa que aderir ao programa não poderá demitir funcionários.

Dentre outras medidas anunciadas pelo governo está a redução das taxas de juros  para todas as linhas de crédito da CAIXA. “Já oferecemos mais R$ 111 bilhões na semana passada e mais de R$ 20 bilhões já foram emprestados”, afirmou Roberto Campos Neto.

Além das taxas de juros, o juros do Cheque Especial foi reduzido para 2,09% e o rotativo do cartão de crédito, que até ontem era de 7,7%, caiu para 2,9% ao mês.

Com relação ao Financiamento Habitacional, o governo anunciou que mais de 80 mil famílias já solicitaram a suspensão do pagamento por dois meses. O presidente da CAIXA informou na coletiva que o prazo passa para três meses e que se a crise se intensificar, o prazo pode chegar até 6 meses.

Outros anúncios como o Pagamento Social de R$ 600, o chamado “Corona Voulcher” ainda precisa de aprovação do Senado Federal e de um Decreto do Governo para que a população possa efetivamente receber.

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite de ontem (26) o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus.

A votação no Senado Federal deve acontecer na próxima semana.

Uma outra linha de crédito para socorrer as Santas Casas do país também foi anunciada pela CAIXA.

Já o Banco Central anunciou a possibilidade de poder financiar bancos privados, além de medidas que possibilitem a compra de crédito direto por parte do Banco. As medidas necessitam da aprovação de uma PEC.

 

noticia-falsa-paranavai

Coronavírus: mulher é obrigada a se retratar publicamente após divulgar informação falsa

A 1ª Vara de Fazenda Pública de Paranavaí, no noroeste do Paraná, obrigou uma mulher a se retratar após divulgar informação falsa envolvendo casos do coronavírus.

Na primeira publicação, a mulher deu a entender que pessoas tinham morrido na UPA (Unidade de Pronto Atendiemento) de Paranavaí antes de ter o diagnóstico da Covid-19 confirmado.

‘DESSERVIÇO À ATUAL SITUAÇÃO’, DIZ JUIZ SOBRE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO FALSA ENVOLVENDO CORONAVÍRUS

A decisão do juiz João Guilherme Barbosa Elias foi publicada na última quarta-feira (25). No documento, Elias entendeu que a postagem da notícia falsa foi um ‘desserviço à atual situação por apresentar dados incorretos (…) que pode causar pânico, medo, insegurança e desconfiança’.

Na decisão, ficou determinado que a mulher postasse uma retratação na mesma rede social, sob pena de multa diária de R$ 2 mil.

O texto de retratação publicado foi:

“Venho a público, em razão de decisão judicial, retratar-me publicamente quanto às declarações não verdadeiras realizadas em meu perfil pessoal (Instagram), onde dou a entender que houve mortes na UPA do Município de Paranavaí – PR decorrente da doença Covid-19 (coronavírus). Declaro que não possuo conhecimento técnico sobre tais mortes, sendo que, de acordo com as informações oficiais, as declarações prestadas por mim não condizem com a verdade”

Após a retratação, a Prefeitura de Paranavaí vai formalizar o encerramento do processo.

MULHER É OBRIGADA A SE RETRATAR APÓS ESPALHAR FAKE NEWS EM REDE SOCIAL

Outro caso envolvendo veículação de notícias falsas nas redes sociais foi motivo de retratação no Paraná. Desta vez, aconteceu em Londrina, também na região noroeste do Paraná.

Neste caso, segundo o Gaeco, a mulher diz em um áudio que recebeu informações de que a situação no Hospital Universitário estava caótica e que os médicos estavam escolhendo quais pacientes que iriam salvar.

Além disso, afirmou que três crianças estavam entubadas com sintomas da Covid-19. Após conhecimento dos fatos, os promotores do Gaeco Jorge Barreto e Leandro Antunes determinaram uma retratação.
Desta vez, ela gravou outro áudio pedindo desculpas e contou que as informações que tinha dito anteriormente não eram verdadeiras.
seguro, dpvat, seguro obrigatório, restituição, devolução, líder, seguradora líder

Cancelado por tempo indeterminado o prazo para registro e licenciamento de veículos novos

Foram cancelados por tempo indeterminado os prazos para registro e licenciamento de veículos novos.

A decisão do Detran Paraná, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal, o Departamento de Estradas de Rodagem e a Polícia Militar, vale, inclusive, para caminhões e ônibus.

Com isso, a nota fiscal de compra e venda do veículo passa a ser aceita nas fiscalizações.

A medida atende a um decreto estadual para a contenção e o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus e a intenção, de acordo com o Governo do Estado, é facilitar e viabilizar o transporte terrestre em todo o território paranaense.

Papa francisco

Papa Francisco concede hoje bênção especial “Urbi et Orbi”

O papa Francisco concederá nesta sexta-feira (27), às 18h (horário da Itália, 14h no horário de Brasília) a bênção extraordinária de “Urbi et Orbi”, normalmente concedida apenas no Natal e na Páscoa.

Ele fez o anúncio, esta semana, em sua oração semanal do Angelus, que vem conduzindo de dentro do Vaticano pela internet e pela televisão, em vez de fazê-la diante das multidões na Praça de São Pedro.

Sua decisão de abrir uma exceção e dar uma bênção especial “Urbi et Orbi” (para a cidade e o mundo) reforça a gravidade da situação global, principalmente na Itália, um dos países mais atingidos pelo surto do novo coronavírus.

O papa disse que nesta sexta-feira (27) concederá a bênção extraordinária diante de uma Praça de São Pedro vazia. O local, parte do Vaticano, foi fechado como parte de um bloqueio na Itália para tentar conter a propagação do vírus.

Os católicos que recebem a bênção, pessoalmente ou por meio das mídias, podem, sob certas condições, receber uma indulgência especial. Uma indulgência é a remissão da punição pelos pecados.

A oração e bênção ‘Urbi et Orbi’, que será feita pelo papa na emergência do coronavírus,vai ser transmitida ao vivo pelos canais de notícias do Vaticano.

coronavírus toque de recolher em araucária

Prefeitura de Araucária determina toque de recolher a partir desta sexta-feira (27)

Moradores de Araucária não podem sair de casa entre 21h e 5h da manhã a partir desta sexta-feira (27).  Isso acontece porque a Prefeitura decretou um toque de recolher neste período. A ação tem objetivo de enfrentamento ao novo coronavírus.

O decreto municipal, que foi divulgado nesta quinta-feira (26), e foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM), reforça a recomendação de que idosos, acima de 70 anos, devem ficar isolados.

TOQUE DE RECOLHER EM ARAUCÁRIA

No caso do toque de recolher em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, o documento prevê exceção em casos de trabalho, desde que exista a comprovação, e em caráter excepcional e inadiável.

Segundo a Prefeitura de Araucária, a Guarda Municipal, Defesa Civil, Agentes Municipais de Trânsito e outras forças de segurança irão realizar a fiscalização nas ruas.

Quem descumprir está sujeito à advertência, multa de R$ 300 por dia de descumprimento e responsabilização administrativa, civil e penal.

OUTRAS MEDIDAS DE ENFRENTAMENTO DO NOVO CORONAVÍRUS

Segundo o decreto (leia na íntegra aqui), outra medida para prevenir o contágio pelo novo coronavírus é a suspensão de utilização de áreas comuns nos condomínios residenciais.

Dessa forma, não é mais autorizado usar playgrounds, espaços gourmets, salões de festas, academias, piscinas, churrasqueiras, salas de jogos, brinquedoteca e quiosques.

Além disso, o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais deve ser suspenso até o dia quatro de abril, podendo o prazo ser prorrogado por tempo indeterminado.

Serviços essenciais como famárcias e mercados continuam operando, porém, o horário de funcionamento foi alterado: os estabelecimentos funcionam apenas até às 20h.

Rede de supermercados paranaense vai medir temperatura dos clientes

Uma rede de supermercados paranense vai medir a temperatura dos clientes e funcionários, antes deles terem acesso a uma das 62 lojas do grupo como medida de enfrentamento ao coronavírus. A ação acontece nos comércios do Paraná e de São Paulo.

Desde o início da pandemia, o Grupo Muffato adotou uma série de medidas de proteção tanto dos funcionários, como clientes para garantir segurança em seus estabelecimentos.

“O objetivo é otimizar o atendimento da população, abastecendo da forma mais ágil e segura os clientes, com o cuidado de resguardar a saúde de nossa equipe, que desempenha um papel fundamental neste momento sem precedentes do País”, diz o diretor Everton Muffato.

Além de medir a temperatura dos clientes, o Grupo Muffato também tem oferecido máscaras e luvas aos profissionais em contato com o público, instalou barreiras de proteção nos caixas e intensificou a limpeza de carrinhos e cestas de compras.

Também tem orientado os clientes a priorizarem as compras nos horários de contra-fluxo, quando há menor movimento: das 8h às 10h e das 13h às 17h.