Cidades Destaque 1
Compartilhar

Obras no Viaduto Pompeia devem começar ainda neste mês

As obras das alças de acesso do Viaduto Pompeia, no bairro Tatuquara, devem começar em 15 dias.Hoje de manhã (10)..

Redação - 10 de setembro de 2018, 11:59

(Crédito: Daniel Castellano/SMCS)
(Crédito: Daniel Castellano/SMCS)

As obras das alças de acesso do Viaduto Pompeia, no bairro Tatuquara, devem começar em 15 dias.

Hoje de manhã (10), a Prefeitura homologou a licitação para iniciar os trabalhos. A vencedora da concorrência e responsável pelas obras é empreiteira Venturi & Zen.

O tempo estimado de execução é de 360 dias. Serão investidos R$ 5,3 milhões nas obras.

“Em 21 meses negociamos a retirada da ocupação que impedia o acesso ao ‘viaduto sem alças’. Fizemos o projeto de engenharia que, com mínimo impacto de demolições, permitisse seu uso, e realizamos toda a burocracia da licitação das obras”, afirma o prefeito Rafael Greca.

Com as alças de acesso à BR-116, os moradores da região do Tatuquara poderão acessar a rodovia, nos sentidos norte e sul. O conjunto das obras inclui intervenções no sistema viário do entorno do viaduto, com terraplanagem pavimentação, drenagem, sinalização, calçada e paisagismo.

Além das alças, será pavimentada a Rua Francisco Xavier de Oliveira, entre a Delegado Bruno de Almeida e a cabeceira do viaduto já construído pela Concessionária Arteris.

A intervenção vai possibilitar que os moradores da região sigam ao centro de Curitiba (no sentido norte) passando por sobre a BR-116. Prevê também a construção da alça à direita, que liga a Rua Francisco Xavier de Oliveira à BR-116, pela qual os moradores do entorno poderão acessar a rodovia no sentido sul, em direção a Fazenda Rio Grande.

Para atender os moradores da última quadra da Rua Francisco Xavier de Oliveira, antes do acesso à BR haverá ainda uma via que permitirá o retorno ao bairro pela Rua Francisco Wacherski.

Também serão pavimentadas as ruas José Zanoncini e Francisca Ferreira da Luz, no entorno do Colégio Estadual Beatriz Faria Ansay, para atender professores, alunos e pais com segurança.

(Crédito: Daniel Castellano/SMCS)

Retomada

O viaduto ficou abandonado por mais de dois anos, desde a conclusão de parte da edificação (em setembro de 2015) pela Autopista Planalto Sul/Arteris, concessionária responsável a rodovia BR-116. A ligação com a BR, de responsabilidade da Prefeitura, não foi concluída pela gestão anterior.

Depois de tomar posse, o prefeito Rafael Greca iniciou pelo Tatuquara uma rodada de visita às regionais. No dia 27 de janeiro de 2017 vistoriou o viaduto inacabado, acompanhado do administrador regional e das equipes técnicas do Ippuc e da Secretaria Municipal de Obras Públicas e solicitou uma melhor solução para a obra, a partir da implantação das alças de acesso.

Foi feito contato com os representantes da concessionária que construiu a cabeceira do viaduto e realizado o projeto complementar.

O tempo decorrido desde então foi necessário para a aprovação do projeto das alças de acesso, junto à ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), e a readequação das redes de água e esgoto no local, por parte da Sanepar.