13º salário deve injetar R$ 404 mi na economia de Maringá

Andreza Rossini


Do Metro Maringá

O pagamento do 13º salário aos trabalhadores com carteira assinada deve injetar R$ 11 bilhões na economia do Paraná este ano. Desse total, R$ 404 milhões vão circular na economia maringaense, valor que representa 4,88% do montante estadual.

A projeção é do escritório regional do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). O contingente de paranaenses que receberá o salário extra foi estimado em 5,1 milhões, o correspondente a 6,1% do total que terá acesso ao benefício no Brasil.

Os empregados do mercado formal, celetistas e estatutários, representam 61,8%, enquanto pensionistas e aposentados do INSS equivalem a 38,2%. O emprego doméstico com carteira assinada participa com 2%.

Em termos de valores médios, o valor pago ao setor formal corresponde a R$ 2.720,78. A maior média deve ser paga aos trabalhadores do setor de serviços equivalente a R$ 3.208,19; a indústria aparece com o segundo valor, R$ 2.609,49. Já o menor foi verificado entre os trabalhadores da agropecuária, R$ 1.767, 76.

O cálculo do Dieese considera dados da Rais (Relação Anual de Informações Sociais), Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicí- lios), Previdência Social e Secretaria Nacional do Tesouro.

Previous ArticleNext Article