Polícia Civil vai investigar grave acidente com viatura descaracterizada

William Bittar - CBN Curitiba


A Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) da Polícia Civil do Paraná vai instaurar um inquérito policial para apurar as causas de um acidente envolvendo uma viatura descaracterizada da instituição que deixou uma mulher gravemente ferida na tarde desta sexta-feira (9), em uma canaleta de ônibus, na Avenida República Argentina, no bairro Portão, em Curitiba.

De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, uma ambulância do Siate passava pela região no momento do acidente e socorreu a vítima, que foi encaminhada com traumatismo craniano para o Hospital do Trabalhador.

Segundo o Departamento da Polícia Civil, a Corregedoria Geral já foi informada e está verificando as circunstâncias do acidente e a necessidade ou não daquela via para o deslocamento da viatura policial.

A Polícia Civil também vai investigar a velocidade da viatura no momento do acidente.

Este é o segundo acidente grave envolvendo viaturas policiais, canaleta de ônibus e vítimas. No dia 31 de julho deste ano, uma viatura da Polícia Militar atropelou e matou quatro mulheres na Linha Verde, em Curitiba.1

Na ocasião, uma perícia apontou que o policial que dirigia a viatura estava a 138 km/h e não seguia para nenhuma ocorrência policial.

O PM foi indiciado por homicídio com dolo eventual, pois teria assumido o risco de matar, ao seguir em alta velocidade, pela canaleta do ônibus e sem a sirene ligada.

Já o policial militar que estava no banco do passageiro, deve responder por falso testemunho, por mentir durante o depoimento, ao afirmar que eles seguiam para dar apoio em uma ocorrência policial.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="570021" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]