Manifestação de professores reúne 5 mil em Curitiba, diz sindicato

Mariana Ohde


Com Andreza Rossini

A APP-Sindicato, sindicato que representa os professores do Paraná, realiza uma paralisação de professores da rede estadual nesta quarta-feira (30). O ato é uma forma de relembrar o dia 30 de agosto de 1988, quando o governo usou a cavalaria para conter uma manifestação em frente ao Palácio Iguaçu, durante o governo de Álvaro Dias (Podemos).

De acordo com a entidade, 70% das escolas participam da paralisação e, em Curitiba, mais de 5 mil educadores participam do ato. A Polícia Militar (PM) afirmou que não fez a contagem dos participantes.

A Secretaria de Educação informou que 58,8% das escolas funcionam normalmente, 39,6% parcialmente e 1,6% estão fechadas.

A paralisação também lembra o confronto de 29 de Abril de 2015, que ficou conhecido como a “Batalha do Centro Cívico”. Na data, um confronto entre policiais e professores que protestavam contra mudanças no Paranaprevidência deixou mais de 200 feridos.

Foto: Reprodução/Facecebook App Sindicato
Foto: Reprodução/Facecebook App Sindicato

Os manifestantes se reuniram na Praça Santos Andrade e caminham até o Centro Cívico, onde ficam as sedes dos governos estadual e municipal. Agentes de trânsito vão fazer o bloqueio das vias por onde passar o ato.

De acordo com o sindicato, as aulas na rede estadual podem ser afetadas. Pais de alunos devem ligar para as escolas para saber se haverá alteração de horários ou cancelamento das aulas.

O governo do Paraná diz que não reconhece a paralisação e que os professores que faltarem terão seus dias descontados. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (29) pelo chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni (PSDB). Segundo ele, o desconto atende a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mantemos a memória das lutas. É nosso dia de luto. Trazemos nessa manifestação a denúncia da violência que atinge a todos os professores e funcionários de escolas de todas as formas”, afirmou o presidente do Sindicato, Hermes Leão.

Outras cidades

A APP-Sindicato também organiza manifestações em, pelo menos, nove outras cidades no Paraná. Confira a lista:

Campo Mourão: 9h, Ato na Praça São José

Cascavel: 9h, Ato em frente ao Núcleo Regional de Educação de Cascavel

Cornélio Procópio: 17h, Ato no Coreto do Calçadão

Foz do Iguaçu: 8h30, Ato em frente ao Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu

Ivaiporã: 8h30, Ato em frente ao Núcleo Sindical

Laranjeiras do Sul: 9h, Ato regional na Praça José Nogueira do Amaral

Londrina: 10h, Ato em frente ao Banco do Brasil no calçadão

Maringá e Mandaguari: 9h, Ato em frente ao Núcleo Regional de Educação de Maringá

Toledo: 8h30, Ato na Praça Willy Barth

 

 

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="451616" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]