37 pessoas investigadas na Operação Hipócrates são denunciadas pelo MP-PR

Vinicius Cordeiro

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou 37 pessoas, investigados da Operação Hipócrates. 32 delas estão envolvidas em organização criminosa instalada em duas clínicas psiquiátricas de Londrina, no norte do Paraná.

As denúncias foram apresentadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pela 24ª Promotoria de Justiça de Londrina.

Além de organização criminosa, então os seguintes crimes: maus-tratos, cárcere privado, peculato, falsidade ideológica, lesão corporal, estupro de vulnerável, abandono de incapaz e exercício irregular da Medicina.

RELEMBRE


A Operação Hipócrates foi deflagrada no dia 12 de fevereiro desse ano. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e dois mandados de medidas cautelares contra os diretoras das clínicas (proibição de frequentar e acessar o prédio da clínica, proibição de contato com funcionários, ex-funcionários e pacientes da clínica e também suspensão do exercício da atividade econômica junto às clínicas investigadas).

Segundo o MP-PR, são investigadas práticas de falsidades ideológica e material em prontuários médicos e outros documentos, em prejuízo do Sistema Único de Saúde (SUS). Também são apuradas denúncias de irregularidades sanitárias nas unidades de saúde.

LEIA TAMBÉM:

Post anteriorPróximo post