Parada da Diversidade reúne 40 mil em Curitiba

Andreza Rossini e Narley Resende - BandNews FM Curitiba


A Parada da Diversidade LGBTI de Curitiba reuniu 40 mil pessoas neste domingo (18), de acordo com Márcio Martins, da organização do evento.

O tema da 19ª edição do movimento foi “Direitos valem mais, não aos cortes sociais”. Os participantes se reuniram por volta das 13 horas da Praça 19 de Dezembro e seguiram até a Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico.

O evento segue até às 22 horas.

Essa é a 14ª vez que a organização acontece pela Associação Paranaense da Parada da Diversidade.  O recorde de público em Curitiba aconteceu em 2009, quando 150 mil pessoas participaram da Parada.

O ato é o primeiro de grande porte do gênero realizado depois da eleição de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente da República. Neste ano, em razão de declarações consideradas homofóbicas do presidente eleito, o movimento LGBTI – de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais – se mostra apreensivo, especialmente para o futuro.

Mas o ativista Marcio Marins, presidente da ONG que organiza a Parada LGBTI, afirma que não há mudança na luta por direitos. As reivindicações são as mesmas de sempre.

“A conjuntura e atmosfera desse processo eleitoral não vai influenciar na quantidade de público da parada. É um evento político, é um evento de reivindicação dos direitos, de visibilidade massiva de um certo segmento da população. A nossa luta e a nossa resistência é todo dia, seja com governo ou conjunturas mais conservadoras ou as que são mais liberais, mais de esquerda. Sempre tivemos muita dificuldade em lutar pelos direitos da população LGBTI contra a violência e discriminação”, afirmou.

Previous ArticleNext Article