Acidente com avião de Maiara e Maraísa em Maringá pode ter sido causado por buracos na pista

Buracos na pista do aeroporto de Maringá podem ter causado o acidente envolvendo o avião da dupla Maiara e Maraísa, em o..

Redação - 20 de fevereiro de 2019, 19:08

Buracos na pista do aeroporto de Maringá podem ter causado o acidente envolvendo o avião da dupla Maiara e Maraísa, em outubro de 2017. É o que aponta uma investigação do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), concluída no final do ano passado.

Os documentos foram apurados pelo repórter Márcio Gomes, do Sistema Pinga Fogo de Comunicação.

O acidente aconteceu após um show das cantoras na cidade. Elas viajariam para o aeroporto de São Borja no Rio Grande do Sul, mas no momento da decolagem um dos pneus do trem de pouso estourou e o avião saiu da pista.

Logo após o acidente, técnicos do Cenipa iniciaram a investigação para apurar as causas do ocorrido. O relatório final aponta que “as condições críticas da pista, com a presença de desníveis, rachaduras e buracos podem ter levado ao estouro do pneu da aeronave”.

Ouvidos durante a apuração dos fatos, piloto e co-piloto relataram que “no ponto onde o pneu estourou, o asfalto estava deteriorado, existia um buraco, um desnível na pista e ainda pedras soltas pela lateral esquerda da pista. Essas condições podem ter ocasionado o impacto que teria gerado um esforço excessivo nas rodas do trem de pouso esquerdo, resultando no estouro do seu pneu externo”.

Veja a matéria completa em O Dia na Cidade