Justiça solta réu no processo que apura morte da youtuber Isabelly

Alexandra Fernandes


A Justiça Estadual revogou a prisão de Cleverson Vargas, um dos réus no processo que apura a morte da youtuber Isabelly Cristine Santos. A decisão da soltura foi publicada no fim da noite de sábado (15). Isabelly , de 14 anos, foi baleada na cabeça em fevereiro deste ano, na PR-412 em Pontal do Paraná, no litoral do estado.

A jovem que tinha um canal no Youtube, em que publicava entrevistas com artistas. Na noite do crime ela voltava de mais um trabalho, quando o motorista do carro onde estava teria sido fechado pelo veículo dos irmãos Cleverson e Everton Vargas.

De dentro do automóvel deles, foram efetuados três disparos. Um atingiu a cabeça da adolescente, que chegou a ser hospitalizada, mas morreu horas depois. Everton Vargas foi indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe e também por porte ilegal de arma de fogo e munição. Já Cleverson, foi denunciado como partícipe no homicídio qualificado e também por embriaguez ao volante. Os irmãos alegam que foram ameaçados após a briga de trânsito.

Em nota, o advogado Cláudio Dalledone, que defende os Vargas diz que a decisão da justiça foi acertada e coloca em liberdade um inocente. Já a advogada da família de Isabelly, Thaise Mattar Assad, diz que a defesa entende que este é um curso natural dentro do processo e que não deve interferir no caso. Ainda, de acordo com a advogada, é direito do acusado responder em liberdade.

Previous ArticleNext Article