Protesto de motoristas do Uber termina em briga no aeroporto

Mariana Ohde


Por Lucien Pichetti, CBN Curitiba

Um protesto de motoristas do Uber terminou em briga na sexta-feira (25), em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo a prefeitura, um dos motoristas foi detido por desacato e desobediência após a confusão.

A briga teria começado depois que um dos motoristas foi multado pelos guardas, na saída do Aeroporto Internacional Afonso Pena. Um colega dele filmou o momento da prisão.

De acordo com os motoristas que participaram do ato, o protesto começou após eles perceberem que os guardas municipais faziam uma blitz no local e estavam multando apenas motoristas da Uber por transporte ilegal de passageiros. Cerca de 80 pessoas participaram da manifestação.

Ainda segundo os manifestantes, o grupo chegou a discutir com taxistas, mas o conflito foi controlado. Os motoristas da Uber fecharam a saída do aeroporto por cerca de cinco minutos.

A Prefeitura de São José dos Pinhais informou que os guardas municipais realizam a blitz para fiscalizar somente infrações de trânsito, armas e drogas. Segundo a prefeitura, a Guarda Municipal tomou providências para liberar o fluxo de veículos, seguindo o que prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O aplicativo Uber disse que os motoristas trabalhavam legitimamente quando foram abordados pelos guardas que, em blitz, impediram, paralisaram e conduziram um deles para a delegacia.

Segundo a empresa, o direito de trabalhar e de dar sustento às famílias dos motoristas é um direito natural e não cabe à prefeitura impedir o trabalho, nem impor condições que sejam prejudiciais à sociedade.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="451070" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]