Receita de Maringá chega a 39% do previsto para este ano

A receita arrecadada por Maringá nos primeiros quatro meses deste ano chegou a R$ 654,5 milhões, o que representa 39,4% ..

Metro Jornal Maringá - 29 de maio de 2018, 09:10

Foto: PMM
Foto: PMM

A receita arrecadada por Maringá nos primeiros quatro meses deste ano chegou a R$ 654,5 milhões, o que representa 39,4% do previsto para 2018. São R$ 36 milhões a mais que o atingido no primeiro quadrimestre de 2017.

Os dados foram apresentados ontem em audiência pública, na Câmara Municipal, em acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo o secretário da Fazenda, Orlando Chiqueto, o salto se deve a receitas de impostos, taxas e contribuições (R$ 224,9 milhões), além de transferências correntes (R$ 267,6 milhões). Impostos como o IPTU (R$ 110,03 milhões), IRRF, ITBI e ISS somaram, juntos, mais de R$ 224 milhões.

Considerando o empenho global do Hospital da Criança (R$ 124,2 milhões), foi registrado deficit orçamentário de R$ 99,7 milhões de janeiro a abril. Chiqueto ressaltou, no entanto, que sem contar o valor estimado para as obras do hospital, o superávit superou os R$ 28 milhões.

O superávit primário foi de R$ 138,4 milhões, acima da meta estabelecida na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que é de R$ 65,7 milhões.

Investimentos

Conforme a prestação de contas, o município investiu 17,10% na Saúde no quadrimestre, superando o mínimo constitucional exigido de 15%. Na Educação foram aplicados R$ 46 milhões no período, ou 13,18% de 25% que devem ser investidos no ano.